#AmorÉAmor

Botafogo e Centrum lançam campanha por maior diversidade no futebol e reconhecem primeira torcida LGBTQIA+ do Glorioso

Atualizado em 28-06-2021 às 18:35

O preconceito não pode vencer o amor. Ofensas não podem ser vistas como brincadeiras e torcedores não deveriam se esconder para serem aceitos. Ciente de que o futebol é uma paixão nacional sem limites para cor, crença, gênero ou orientação sexual, Centrum (multivitamínico número 1 do mundo1 e marca da GSK Consumer Healthcare) e o Botafogo de Futebol e Regatas mais uma vez aproveitam a força e o alcance do futebol para promover, no Mês do Orgulho LGBTQIA+, a campanha “Ninguém Cala Esse Nosso Amor”.

Centrum lidera esse movimento dedicado a realizar diversas iniciativas em apoio a grupos da sociedade que incluem gays, lésbicas, bissexuais, travestis e transexuais. A principal das ações envolve o apoio do Botafogo e de Centrum ao reconhecimento da primeira torcida do clube formada por integrantes da comunidade LGBTQIA+, além da colocação de uma faixa da torcida na arquibancada do Estádio Nilton Santos e nos jogos do clube como mandante.

O objetivo dessas iniciativas e de toda a campanha é disseminar para botafoguenses e todos os amantes do futebol um recado de grande impacto contra a LGBTfobia e a intolerância no esporte. Assim, clube e patrocinador novamente recorrem à parceria de sucesso que deu origem ao projeto Botafogo Seguro – uma série de ações de prevenção à COVID-19, numa ação inédita de proteção à vida dentro e fora dos campos – para impulsionar uma mobilização ampla pela igualdade e pelo respeito, reforçando que Centrum busca promover o pilar de Inclusão e Diversidade por meio do futebol.

Infelizmente, agressões físicas e verbais contra pessoas LGBTQIA+ ainda marcam o ambiente do futebol. Uma pesquisa realizada em 2019 pelo portal UOL, envolvendo 100 jogadores da Série A do Campeonato Brasileiro, mostra que 64% dos atletas concordam com a possibilidade de punição a um clube em função de atos de homofobia. Mas 30% dos entrevistados ainda acreditam que a prática não é passível de punição. O preconceito e a intolerância ajudam a manter o Brasil há 12 anos no primeiro lugar do ranking de países que mais matam transgêneros no mundo, de acordo com uma pesquisa da Associação Nacional de Transexuais e Travestis (Antra).

“Diante de tantos desafios ligados ao combate à LGBTfobia no Brasil, o futebol novamente se torna uma plataforma de conscientização coletiva, desta vez em torno do respeito à comunidade LGBTQIA+ e do combate ao preconceito enraizado na sociedade. Estamos orgulhosos por aproveitar uma parceria com uma das camisas mais tradicionais do futebol mundial para disseminar uma mensagem tão importante e necessária para todos”, afirma Juan Katz, Diretor de Marketing da GSK Consumer Healthcare Brasil.

“Centrum não poderia deixar de aproveitar essa parceria tão inovadora com o Botafogo para dar um pontapé inicial em uma ampla mobilização da marca a favor da bandeira da diversidade. Enxergamos na enorme visibilidade já conquistada com o Projeto Botafogo Seguro uma oportunidade única para ajudar a inserir no futebol um debate urgente em torno do respeito e da valorização da comunidade LGBTQIA+”, afirma Rafael Jones, Head de Mídia, Digital e Agências da GSK Consumer Healthcare Brasil. “Mais do que nunca, chegou a hora de superamos juntos esse tabu dentro do esporte, fortalecendo a mensagem de que não há limites para o amor sob todas as formas”, destaca. 

“É papel do Botafogo, marca gigantesca do futebol mundial, dar visibilidade e apoio a uma luta tão significativa: o direito das pessoas amarem quem elas quiserem. Ninguém pode calar o amor de ninguém. Temos muito orgulho em abraçar a maior diversidade possível de botafoguenses”, diz Caio Araujo, Gerente de Negócios do Botafogo.

Torcida LGBTQIA+ Botafogo
As ações destinadas ao movimento LGBTQIA+ Botafogo contemplam a oferta de uma consultoria de marketing gratuita sob liderança da Owly, criadora do projeto Botafogo Seguro, incluindo a criação de uma logomarca. 
Também estão previstas ações em apoio à comunidade LGBTQIA+ nas redes sociais do Botafogo, a gravação de uma entrevista à Botafogo TV com Cristian Ariano, fundador e líder do movimento LGBTQIA+ Botafogo, e a confecção da primeira faixa da torcida a ser colocada nos jogos do clube como mandante.

As redes sociais da torcida também divulgarão, em primeira mão, a camisa a ser utilizada no jogo entre Botafogo e Vitória, pela Série B do Campeonato Brasileiro, a ser disputada na noite desta quarta-feira (30) no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda. Na ocasião, o elenco do glorioso exibirá a mensagem “#AmorÉAmor” estampada na região do peito da camisa.

A mensagem repleta de coragem e amor não será a única iniciativa realizada na partida. O time também entrará em campo segurando uma faixa com a mensagem “#AmorÉAmor” e lembrando que junho é o Mês do Orgulho LGBTQIA+. Além disso, a faixa de capitão, que na partida será usada pelo zagueiro Kanu, estará personalizada com as cores da bandeira LGBTQIA+. Já o backdrop utilizado na coletiva de imprensa e a arte oficial da escalação do Botafogo estarão repletos de mensagens alusivas à campanha, como “Amor”, “Orgulho”, “Diversidade”, “Respeito” e “Inclusão”.

Leilão de camisas em prol da comunidade LGBTQIA+
Após a partida, camisas utilizadas em campo e autografadas pelo elenco serão leiloadas. Parte da renda obtida com a ação será revertida para um projeto que oferece acolhimento para jovens LGBTQIA+ que foram expulsos de suas casas, além de alimentação, auxílio em educação e empregabilidade, assistência social e suporte de saúde clínica e mental.

Assessoria de Imprensa

O preconceito não pode vencer o amor. Ofensas não podem ser vistas como brincadeiras e torcedores não deveriam se esconder para serem aceitos. Ciente de que o futebol é uma paixão nacional sem limites para cor, crença, gênero ou orientação sexual, Centrum (multivitamínico número 1 do mundo1 e marca da GSK Consumer Healthcare) e o Botafogo de Futebol e Regatas mais uma vez aproveitam a força e o alcance do futebol para promover, no Mês do Orgulho LGBTQIA+, a campanha “Ninguém Cala Esse Nosso Amor”.

Centrum lidera esse movimento dedicado a realizar diversas iniciativas em apoio a grupos da sociedade que incluem gays, lésbicas, bissexuais, travestis e transexuais. A principal das ações envolve o apoio do Botafogo e de Centrum ao reconhecimento da primeira torcida do clube formada por integrantes da comunidade LGBTQIA+, além da colocação de uma faixa da torcida na arquibancada do Estádio Nilton Santos e nos jogos do clube como mandante.

O objetivo dessas iniciativas e de toda a campanha é disseminar para botafoguenses e todos os amantes do futebol um recado de grande impacto contra a LGBTfobia e a intolerância no esporte. Assim, clube e patrocinador novamente recorrem à parceria de sucesso que deu origem ao projeto Botafogo Seguro – uma série de ações de prevenção à COVID-19, numa ação inédita de proteção à vida dentro e fora dos campos – para impulsionar uma mobilização ampla pela igualdade e pelo respeito, reforçando que Centrum busca promover o pilar de Inclusão e Diversidade por meio do futebol.

Infelizmente, agressões físicas e verbais contra pessoas LGBTQIA+ ainda marcam o ambiente do futebol. Uma pesquisa realizada em 2019 pelo portal UOL, envolvendo 100 jogadores da Série A do Campeonato Brasileiro, mostra que 64% dos atletas concordam com a possibilidade de punição a um clube em função de atos de homofobia. Mas 30% dos entrevistados ainda acreditam que a prática não é passível de punição. O preconceito e a intolerância ajudam a manter o Brasil há 12 anos no primeiro lugar do ranking de países que mais matam transgêneros no mundo, de acordo com uma pesquisa da Associação Nacional de Transexuais e Travestis (Antra).

“Diante de tantos desafios ligados ao combate à LGBTfobia no Brasil, o futebol novamente se torna uma plataforma de conscientização coletiva, desta vez em torno do respeito à comunidade LGBTQIA+ e do combate ao preconceito enraizado na sociedade. Estamos orgulhosos por aproveitar uma parceria com uma das camisas mais tradicionais do futebol mundial para disseminar uma mensagem tão importante e necessária para todos”, afirma Juan Katz, Diretor de Marketing da GSK Consumer Healthcare Brasil.

“Centrum não poderia deixar de aproveitar essa parceria tão inovadora com o Botafogo para dar um pontapé inicial em uma ampla mobilização da marca a favor da bandeira da diversidade. Enxergamos na enorme visibilidade já conquistada com o Projeto Botafogo Seguro uma oportunidade única para ajudar a inserir no futebol um debate urgente em torno do respeito e da valorização da comunidade LGBTQIA+”, afirma Rafael Jones, Head de Mídia, Digital e Agências da GSK Consumer Healthcare Brasil. “Mais do que nunca, chegou a hora de superamos juntos esse tabu dentro do esporte, fortalecendo a mensagem de que não há limites para o amor sob todas as formas”, destaca. 

“É papel do Botafogo, marca gigantesca do futebol mundial, dar visibilidade e apoio a uma luta tão significativa: o direito das pessoas amarem quem elas quiserem. Ninguém pode calar o amor de ninguém. Temos muito orgulho em abraçar a maior diversidade possível de botafoguenses”, diz Caio Araujo, Gerente de Negócios do Botafogo.

Torcida LGBTQIA+ Botafogo
As ações destinadas ao movimento LGBTQIA+ Botafogo contemplam a oferta de uma consultoria de marketing gratuita sob liderança da Owly, criadora do projeto Botafogo Seguro, incluindo a criação de uma logomarca. 
Também estão previstas ações em apoio à comunidade LGBTQIA+ nas redes sociais do Botafogo, a gravação de uma entrevista à Botafogo TV com Cristian Ariano, fundador e líder do movimento LGBTQIA+ Botafogo, e a confecção da primeira faixa da torcida a ser colocada nos jogos do clube como mandante.

As redes sociais da torcida também divulgarão, em primeira mão, a camisa a ser utilizada no jogo entre Botafogo e Vitória, pela Série B do Campeonato Brasileiro, a ser disputada na noite desta quarta-feira (30) no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda. Na ocasião, o elenco do glorioso exibirá a mensagem “#AmorÉAmor” estampada na região do peito da camisa.

A mensagem repleta de coragem e amor não será a única iniciativa realizada na partida. O time também entrará em campo segurando uma faixa com a mensagem “#AmorÉAmor” e lembrando que junho é o Mês do Orgulho LGBTQIA+. Além disso, a faixa de capitão, que na partida será usada pelo zagueiro Kanu, estará personalizada com as cores da bandeira LGBTQIA+. Já o backdrop utilizado na coletiva de imprensa e a arte oficial da escalação do Botafogo estarão repletos de mensagens alusivas à campanha, como “Amor”, “Orgulho”, “Diversidade”, “Respeito” e “Inclusão”.

Leilão de camisas em prol da comunidade LGBTQIA+
Após a partida, camisas utilizadas em campo e autografadas pelo elenco serão leiloadas. Parte da renda obtida com a ação será revertida para um projeto que oferece acolhimento para jovens LGBTQIA+ que foram expulsos de suas casas, além de alimentação, auxílio em educação e empregabilidade, assistência social e suporte de saúde clínica e mental.

Assessoria de Imprensa


Norsk