Brasil de Pelotas 0x1 Botafogo

Fogão vence fora de casa e conquista o Brasileiro da Série B

Atualizado em 21-11-2021 às 19:00

É CAMPEÃO! Após garantir o acesso, Fogão vence o Brasil de Pelotas por 1 a 0, com gol de Diego Gonçalves, conquista o título da competição e alcança vaga na terceira fase da Copa do Brasil. Time alvinegro encerra o campeonato no próximo domingo, contra o Guarani, no Nilton Santos. 

O JOGO

Com o acesso garantido, o Botafogo foi até Pelotas para buscar o título do Campeonato Brasileiro da Série B e procurou se impor em campo desde os primeiros minutos. Logo aos 7, Kanu ultrapassou a linha do meio-campo, avançou e bateu de fora da área para a defesa de Matheus. Na sequência, Marco Antônio escapou pela direita, cruzou rasteiro, mas a defesa rival afastou antes que Navarro chegasse. 

O Fogão era melhor no jogo e o gol parecia ser questão de tempo, tanto que aos 20, após cobrança de falta de Carlinhos, Navarro ajeitou de calcanhar e Diego Gonçalves bateu de primeira no canto: 1 a 0. O atacante balançou as redes em mais um momento decisivo e marcou pela 8ª vez com a camisa alvinegra.

Com o domínio da partida, o Glorioso trocava passes e administrava o resultado. As chances eram criadas naturalmente e Kanu quase ampliou em cabeçada na pequena área, por cima do gol. Oyama ainda levou periogo em chute de fora da área, que passou sobre a meta adversária. O time foi para o intervalo com a vantagem construída.
 
Na segunda etapa, o jogo caminhava similar à primeira. Carli teve boa oportunidade em bate-rebate na área. O zagueiro ficou com a sobra, bateu prensado e Leandro cortou quase em cima da linha. O Glorioso era absoluto no jogo, até a arbitragem complicar um pouco as coisas. Marco Antônio finalizou e a bola bateu na mão de Ícaro dentro da área. Após checagem do VAR, não houve recomendação de revisão no lance.

No ataque seguinte, Barreto parou Gabriel com falta, em jogada que o adversário sairia de cara com Diego Loureiro. A arbitragem de campo aplicou o cartão amarelo. O VAR, no entanto, desta vez pediu revisão, e o volante alvinegro acabou expulso aos 13 minutos do segundo tempo.

Mesmo com um jogador a menos o Glorioso não encontrou maiores dificuldades, com exceção de finalizações de fora da área de Renantinho e Bruno Matias, que param em boas defesas de Diego Loureiro. Navarro ainda acertou a trave, após lance confuso na área. Pelo alto, Carli escorou de cabeça, Kanu dividiu com o goleiro e cabeceou por cima. Enquanto isso, chegou a notícia de que o CSA havia derrotado o Coritiba.

Os minutos finais foram de festa e o Fogão ainda fez o segundo gol com Ronald, mas o o atacante estava em posição irregular e foi assinalado impedimento na jogada.Depois, não havia tempo para mais nada. Fim de papo em Pelotas: 1 a 0 e título para coroar a temporada de destaque do Glorioso. 

BOTAFOGO: Diego Loureiro; Daniel Borges, Carli, Kanu e Carlinhos; Barreto, Oyama (Ricardinho), Warley (Ronald), Diego Gonçalves (Frizzo) e Marco Antônio (Romildo); Navarro (Rafael Moura).

_VS_6906


Assessoria de Comunicação

É CAMPEÃO! Após garantir o acesso, Fogão vence o Brasil de Pelotas por 1 a 0, com gol de Diego Gonçalves, conquista o título da competição e alcança vaga na terceira fase da Copa do Brasil. Time alvinegro encerra o campeonato no próximo domingo, contra o Guarani, no Nilton Santos. 

O JOGO

Com o acesso garantido, o Botafogo foi até Pelotas para buscar o título do Campeonato Brasileiro da Série B e procurou se impor em campo desde os primeiros minutos. Logo aos 7, Kanu ultrapassou a linha do meio-campo, avançou e bateu de fora da área para a defesa de Matheus. Na sequência, Marco Antônio escapou pela direita, cruzou rasteiro, mas a defesa rival afastou antes que Navarro chegasse. 

O Fogão era melhor no jogo e o gol parecia ser questão de tempo, tanto que aos 20, após cobrança de falta de Carlinhos, Navarro ajeitou de calcanhar e Diego Gonçalves bateu de primeira no canto: 1 a 0. O atacante balançou as redes em mais um momento decisivo e marcou pela 8ª vez com a camisa alvinegra.

Com o domínio da partida, o Glorioso trocava passes e administrava o resultado. As chances eram criadas naturalmente e Kanu quase ampliou em cabeçada na pequena área, por cima do gol. Oyama ainda levou periogo em chute de fora da área, que passou sobre a meta adversária. O time foi para o intervalo com a vantagem construída.
 
Na segunda etapa, o jogo caminhava similar à primeira. Carli teve boa oportunidade em bate-rebate na área. O zagueiro ficou com a sobra, bateu prensado e Leandro cortou quase em cima da linha. O Glorioso era absoluto no jogo, até a arbitragem complicar um pouco as coisas. Marco Antônio finalizou e a bola bateu na mão de Ícaro dentro da área. Após checagem do VAR, não houve recomendação de revisão no lance.

No ataque seguinte, Barreto parou Gabriel com falta, em jogada que o adversário sairia de cara com Diego Loureiro. A arbitragem de campo aplicou o cartão amarelo. O VAR, no entanto, desta vez pediu revisão, e o volante alvinegro acabou expulso aos 13 minutos do segundo tempo.

Mesmo com um jogador a menos o Glorioso não encontrou maiores dificuldades, com exceção de finalizações de fora da área de Renantinho e Bruno Matias, que param em boas defesas de Diego Loureiro. Navarro ainda acertou a trave, após lance confuso na área. Pelo alto, Carli escorou de cabeça, Kanu dividiu com o goleiro e cabeceou por cima. Enquanto isso, chegou a notícia de que o CSA havia derrotado o Coritiba.

Os minutos finais foram de festa e o Fogão ainda fez o segundo gol com Ronald, mas o o atacante estava em posição irregular e foi assinalado impedimento na jogada.Depois, não havia tempo para mais nada. Fim de papo em Pelotas: 1 a 0 e título para coroar a temporada de destaque do Glorioso. 

BOTAFOGO: Diego Loureiro; Daniel Borges, Carli, Kanu e Carlinhos; Barreto, Oyama (Ricardinho), Warley (Ronald), Diego Gonçalves (Frizzo) e Marco Antônio (Romildo); Navarro (Rafael Moura).

_VS_6906


Assessoria de Comunicação


Norsk