NOTÍCIAS
Futebol > Masculino

BIOMETRIA FACIAL NO NILTON SANTOS

15 JAN. 2024

Botafogo investe em tecnologia da Bepass para aumentar segurança e agilidade no acesso ao estádio; sistema começa a ser testado no Campeonato Carioca

Em mais uma etapa no processo de modernização do Estádio Nilton Santos, o Botafogo inicia a temporada 2024 investindo no programa de reconhecimento facial da Bepass. Com o objetivo de oferecer segurança e mais agilidade no acesso ao estádio, o Clube e a nova parceira implementarão o novo sistema no decorrer do Campeonato Carioca. Como parte da filosofia de John Textor e da SAF, a tecnologia chega como grande aliada dos torcedores em mais uma jornada.

O sistema de reconhecimento facial para acesso ao Estádio Nilton Santos começa a ser implantado e testado no primeiro trimestre de 2024. A tecnologia estará presente em todas as 96 catracas do estádio no início do Campeonato Brasileiro. 

"Nossa torcida bateu todos os recordes de público no último ano, estamos investindo em tecnologia de ponta para aumentar a conveniência e a facilidade para o acesso ao Estádio. Esse é mais um avanço em uma série de transformações lideradas pelo John, que estão em curso dentro no nosso planejamento estratégico. O torcedor pode esperar uma experiência cada vez mais simples e segura", afirmou o Head de Marketing do Botafogo, Pedro Souto. 

Sempre atento às necessidades dos torcedores, o Botafogo trabalha desde 2018 com o sistema de ingresso em QR Code, o que diminui as filas e acaba com a obrigatoriedade da troca pelo bilhete físico. O Clube segue empenhado em aprimorar as experiências no estádio e, em 2024, terá no sistema de reconhecimento facial ainda mais praticidade a oferecer.

“Nossa ideia é proporcionar agilidade na entrada dos torcedores, já que a leitura da face acontece em menos de três segundos, além da facilidade até porque a própria face é a entrada, não sendo necessário apresentar nenhum documento ou QRCode”, comentou Ricardo Cadar, fundador e CEO da Bepass.

Assessoria de Comunicação