notícia

Botafogo 2 x 1 Resende

Em duelo marcado por chuva torrencial, Botafogo marca no fim e vence o Resende de virada
Atualizado em 30-01-2020, 22:00

Uma tempestade de emoções. Esse foi o clima no Estádio Nilton Santos! Na noite desta quinta-feira (30/01), o Fogão derrotou o Resende de virada por 2 a 1 em uma partida marcada por inúmeros capítulos, válida pela quarta rodada da Taça Gunabara. Bruno Nazário e Pedro Raul marcaram para o Alvinegro.

Com 6 pontos na tabela, o Glorioso está vivo na luta por uma vaga na semifinal e ocupa a 4ª colocação do Grupo A, com o mesmo número de pontos da Portuguesa, atual 3ª colocada. O próximo compromisso será o clássico com o Vasco da Gama, no próximo domingo (02/02), às 16h, novamente no Estádio Nilton Santos. 

O JOGO

Em um duelo de objetivo comum entre as equipes: a aproximação da briga por uma vaga nas semifinais da Taça Guanabara. Botafogo e Resende travaram uma batalha de muitos capítulos no Estádio Nilton Santos.

O início de jogo foi bastante truncado. Fechado e com a estratégia de se defender, a equipe visitante dificultou as ações alvinegras, que buscou furar a defesa adversária com bolas em profundidade. Aos 19, quase deu certo, quando Fernando alçou a bola na área e Bruno Nazário cabeceou com perigo. Um minuto depois, foi a vez de Luis Henrique fazer boa jogada e finalizar, mas o jovem chute do acabou parando no goleiro Ranule.

Apesar do domínio do Botafogo, foi o Resende que abriu o placar em sua primeira chegada efetiva. Aos 25, Geovani fez boa jogada em velocidade e bateu sem chances para Gatito. Revés alvinegro em campo e um verdadeiro dilúvio fora dele. Em um novo capítulo do jogo, uma chuva torrencial no Rio de Janeiro e partida paralisada.

Com a chuva amenizada e após um trabalho incrível de drenagem e dos funcionários que cuidam do Niltão, a bola voltou a rolar 43 minutos depois. Em um novo cenário de gramado pesado e com bolsões d' água, o Alvinegro, aos poucos, foi se adaptando. Aos 36, Bruno Nazário cobrou falta e Ranule salvou. Na volta, Nazário colocou na área e Guilherme, por pouco, não encobriu o arqueiro. Um pouco antes do intervalo, aos 43, a equipe alvinegra pediu pênalti, após toque na mão do defensor adversário, mas o arbitro optou por não assinalar.

Na volta do vestiário, após conversa com valentim e com o campo já em boas condições, o Botafogo voltou com fome de bola e iniciou um novo capítulo. Logo no primeiro minuto, Pedro Raul recebeu de Bruno Nazário, finalizou cruzado e quase fez. Já aos 9, não teve jeito. Gol do Fogão! Luiz Fernando foi ao fundo pela direita e cruzou. Bruno Nazário dominou e girou bonito para empatar. 1 a 1.

Aos 11, Luiz Fernando bateu colocado e quase fez o da virada. Aos 18, foi a vez de Pedro Raul, de biquinho, obrigar Ranule a fazer ótima defesa. O camisa 9 alvinegro até balançou as redes, aos 27, mas o juiz anulou assinalando posição ilegal. O tempo foi se passando e o Alvinegro seguiu martelando o Resende. 

Até que, aos 48 minutos, pênalti para o Fogão após Bruna Nazário finalizar a bola bater na mão do zagueiro do Resende. Pedro Raul na bola e o capítulo final na partida. Apito final. Fogão vence com muita emoção!  
 
Botafogo: Gatito; Fernando (Barrandeguy), Marcelo Benevenuto, Carli e Guilherme Santos; Cícero, Thiaguinho (Rafael Navarro) e Bruno Nazário; Luiz Fernando, Luis Henrique (Rhuan) e Pedro Raul. Técnico: Alberto Valentim.

CONFIRA A GALERIA DE FOTOS DA PARTIDA NAS IMAGENS DE VITOR SILVA/BFR:

Botafogo x Resende - 31/01/2020

Assessoria de Imprensa