notícia

Botafogo 69 x 79 Mogi

Em jogo com arbitragem polêmica, Alvinegro é derrotado no Oscar Zelaya
Atualizado em 21-12-2019, 02:12

Em jogo marcado por arbitragem polêmica, o Botafogo foi superado por 79 a 69 pelo Mogi das Cruzes, na noite desta sexta-feira, em General Severiano. O destaque alvinegro foi Arthur Bernardi, cestinha, com 24 pontos. A equipe de Léo Figueiró não contou com o seu MVP Cauê Borges, que sofreu um estiramento na coxa e não teve condições de entrar em quadra.

Diferente das últimas ocasiões, o Glorioso não teve um bom início de jogo e perdeu a etapa inicial por 24 a 13. Mais equilibrado entre o ataque e a defesa, o time do técnico Léo Figueiró aumentou o aproveitamento nas bolas de três pontos e ganhou confiança. O ala/pivô Arthur apareceu como um dos principais responsáveis por não deixar o time visitante abrir grande vantagem no placar, que terminou 38 a 32 para os adversários no primeiro tempo.

O Fogão viveu o seu melhor momento da noite na volta do intervalo. Empurrado pela torcida, o time começou o terceiro quarto com grande participação do ala Mogi nos tiros do perímetro e a diferença foi reduzida para uma posse de bola. As equipes começaram a trocar pontos, até que faltando 4:30 para o fim do período, Arthur deixou tudo igual: 44 a 44. Porém, os paulistas reagiram após pedido de tempo e fecharam a parcial em 57 a 51. Iniciando os últimos 10 minutos de jogo, o Botafogo repetiu a receita, caprichou nas bolas de três e deixou a diferença em uma posse faltando 6:45 para o estouro final. A partir dali, se deu início a uma série de lances polêmicos e faltas técnicas, onde o Alvinegro saiu prejudicado e acabou perdendo por 79 a 69. 

A equipe da Estrela Solitária volta à quadra pelo NBB na próxima sexta-feira, às 20h, para duelar contra o Pinheiros, fora de casa.

 

Walner Junior