notícia

Botafogo 0 x 1 Internacional

Fogão perde no Estádio Nilton Santos e segue com 42 pontos no Brasileiro
Atualizado em 30-11-2019, 21:00

 
 

O Botafogo foi determinado, lutou o jogo todo, teve grandes chances no primeiro tempo, mas acabou castigado por um gol no fim e perdeu por 1 a 0 para o Internacional, neste sábado, no Estádio Nilton Santos. Mais de 30 mil botafoguenses marcaram presença. O time alvinegro segue com 42 pontos no Campeonato Brasileiro. 

O próximo adversário é o Atlético-MG, quarta-feira, no Mineirão.

O JOGO

Quem viu o ótimo começo de jogo deve ter ficado espantado com o placar final. O Botafogo teve movimentação, troca de posições e chegadas claras. Logo aos 3 minutos, Luiz Fernando deu lançamento espetacular, Rhuan invadiu livre e bateu de esquerda, Marcelo Lomba tirou. Aos 24, foi Diego Souza quem entrou de frente, encobriu o golleiro e acertou o travessão.

É verdade que o Internacional também teve suas chances, como finalizações de Neilton e Paredes. Mas o time visitante melhorou na reta final do primeiro tempo, quase marcando duas vezes com Paredes. Aos 41, Neilton teve oportunidade clara, porém Fernando chegou junto para atrapalhar a conclusão.

Na etapa final, o jogo ficou mais equilibrado. O Internacional recuou suas linhas e se fechou, dificultando o jogo do Botafogo. As melhores escapadas alvinegras eram com lançamento em profundidade e cruzamento rasteiro para trás. Porém, Diego Souza, Luis Fernando e Leo Valencia tentaram, a zaga cortou.

O Inter assustou em chutes de longe de Heitor e Cuesta, este espalmado para escanteio. Já ao 34, Guerrero soltou uma bomba e Gatito tirou. Do outro lado, Lomba evitou gol de Luiz Fernando.

Quando o empate parecia o resultado natural, Guerrero achou um gol aos 38. 

O Botafogo ainda foi para cima no fim, reclamou pênalti em Yuri, mas não conseguiu o empate.

GALERIA DE FOTOS (Vitor Silva / Botafogo)

Botafogo x Internacional - 31/11/2019  

BOTAFOGO: Gatito, Fernando (Marcinho), Marcelo, Joel Carli e Yuri; Cícero (Jean), João Paulo e Alex Santana (Leo Valencia); Luiz Fernando, Rhuan e Diego Souza. Técnico: Alberto Valentim.

Danilo Santos