notícia

Botafogo 85 x 79 Pato

Arthur é cestinha vindo do banco, Cauê brilha e Fogão vence em casa no NBB
Atualizado em 15-11-2019, 23:40

O Botafogo venceu o Pato Basquete por 85 a 79, na noite desta sexta-feira, em General Severiano. A primeira vitória do Fogão em seus domínios no NBB teve Arthur (25 pontos e 11 rebotes), Cauê (20 pontos, 5 rebotes e 5 assistências) e Diego (15 pontos) como protagonistas. A equipe do técnico Léo Figueiró voltou a subir na tabela e agora ocupa a 11ª colocação, dentro da zona de playoffs.

Os paranaenses começaram melhor a partida, chegaram a abrir duas posses, mas Arthur veio do banco com muita pontaria, fez 7 pontos, e o Alvinegro terminou em desvantagem pequena: 17 a 16. Logo no primeiro lance da segunda etapa, o camisa 35 botou o Glorioso na liderança, e, a partir dali, os times passaram a trocar pontos. Também vindo do banco, Diego foi o destaque do segundo período, com 10 pontos, e atuação decisiva para o Fogão ir para o intervalo vencendo por 42 a 40.

Botafogo e Pato voltaram para o segundo tempo no mesmo ritmo e seguiram trocando bolas. Confiante, Arthur continuou chamando a responsabilidade nas finalizações e anotou mais sete pontos, um a mais que Cauê Borges. Depois de muitas alternâncias no comando do placar, du Sommer deu o toco que levantou a torcida no Oscar Zelaya, deu o ânimo para o Botafogo correr para oito pontos e fechar a parcial em 60 a 54. Com bom aproveitamento nos contra-ataques, Cauê fez sete pontos seguidos e botou o Fogão em vantagem de 13 pontos a 4:50 do fim. Porém, os visitantes responderam na sequência e encurtaram a distância faltando 1:11 para o estouro final. O experiente Paulinho Boracini respondeu com arremesso de três pontos que deu tranquilidade para o Glorioso vencer por 85 a 79, com tranquilidade nos últimos segundos do embate.

Convivendo com uma série de lesões nos últimos dias, Cauê Borges se mostrou firme em quadra mais uma vez e comentou a vitória botafoguense.

- Não estou 100%, já tive um problema no joelho e, contra o São Paulo, torci o pé, mas consegui entrar em quadra hoje e dar o meu máximo. O jogo foi duro, contamos com uma boa participação do banco, abrimos uma vantagem grande no último quarto, mas não conseguimos fechar do jeito certo. Mesmo assim, voltamos a lutar e confirmamos a vitória. Fica a lição! Sabemos que a fase não é das melhores, mas esse resultado vem numa hora boa e aumenta a confiança para disputarmos a semifinal da Liga Sul-Americana.

O próximo compromisso do Alvinegro é a fase semifinal da competição internacional, na Argentina, entre os dias 18 e 21. 

Walner Junior