notícia

Botafogo 0 x 2 Cruzeiro

Fogão perde no Estádio Nilton Santos e segue com 33 pontos no Brasileiro
Atualizado em 31-10-2019, 23:44

 
 

Uma noite em que nada deu certo para o Botafogo. Apesar de a torcida ter comparecido em bom número, o time lutou, mas foi derrotado por 2 a 0 pelo Cruzeiro, nesta quinta-feira, no Estádio Nilton Santos. O Glorioso segue com 33 pontos no Campeonato Brasileiro.

O próximo adversário é o Santos, domingo, na Vila Belmiro. 

O JOGO

O Botafogo não teve mesmo nem sorte no jogo. Aos 16 minutos, chegou em cruzamento para a área, mas Carli não conseguiu a finalização. Leo Valencia e Luiz Fernando arriscaram, por cima. 

Um erro importante da arbitragem mudou o panorama da partida. Aos 27, em jogada que nasceu de toque claro de Orejuela com o braço, o árbitro mandou seguir, houve escanteio e o gol do Cruzeiro, marcado por Cacá.

O Botafogo tentou responder em chutes de Leo Valencia, sem sucesso.

Na etapa final, o time comandado por Alberto Valentim se lançou ao ataque, criou e esteve perto de empatar. Mas não foi eficiente. 

Aos 5, João Paulo bateu de fora da área, a bola desviou e Fábio fez grande defesa. Aos 8, Gabriel cabeceou por cima. Aos 16, Marcinho cruzou, Cacá mandou para trás e Fábio tirou. 

A pressão continuou. Aos 18, Diego Souza foi travado na área. Aos 21, Marcinho quase fez um golaço em bonito chute com curva. Aos 28, Carli se antecipou a Fábio, mas mandou por cima.

A chance mais clara veio aos 35. Marcinho cobrou falta com força, Fábio deu rebote e Gabriel tocou rente à trave. Yuri e Vinicius também tentaram, mas erraram o alvo. 

Já aos 46, Marcinho cruzou, Carli ajeitou para o meio e Igor Cássio cabeceou tirando tinta da trave. O Cruzeiro, que amarrou o jogo inteiro com cera e quedas de jogadores, ampliou no último lance, com Ederson, e obteve a vitória.

GALERIA DE FOTOS (Vitor Silva / Botafogo)

Botafogo x Cruzeiro - 31/10/2019  

BOTAFOGO: Gatito, Marcinho, Joel Carli, Gabriel e Yuri; Bochecha (Vinicius), João Paulo, Luiz Fernando, Diego Souza e Leo Valencia (Alex Santana); Victor Rangel (Igor Cássio). Técnico: Alberto Valentim.

Danilo Santos