notícia

Internacional 3 x 2 Botafogo

Fogão luta do início ao fim, mas perde e segue com 23 pontos no Brasileiro
Atualizado em 31-08-2019, 23:00

 
 

O Botafogo foi valente no Beira-Rio e lutou do início ao fim. Mas não foi suficiente. O time foi derrotado por 3 a 2 pelo Internacional, neste sábado, em Porto Alegre. Diego Souza e Marcinho fizeram os gols alvinegros.

O próximo adversário é o Atlético-MG, dia 8, no Estádio Nilton Santos. A torcida gloriosa está convocada a jogar junto.

O JOGO

A partida teve emoção o tempo todo. Desde o começo forte do Internacional até o segundo tempo corajoso do Botafogo, sobraram gols, intensidade, alternâncias e intensidade. 

O Internacional iniciou o jogo em cima, teve chances com Guerrero, Patrick, Nico Lopez e Edenilson, mas não obteve sucesso. Este último obrigou Gatito a fazer grande defesa, aos 22 minutos.

O Botafogo, por outro lado, teve chances, como contra-ataque finalizado por Lucas Campos para defesa do goleiro, voleio de Alex Santana por cima e chute de longe de Luiz Fernando no travessão, aos 36.

Quando parecia que o primeiro tempo terminaria empatado, o Internacional abriu o placar com Rodrigo Lindoso, de cabeça, após escanteio. O Botafogo reclamou de empurrão de Rodrigo Moledo em Cícero.

Na etapa final, o Botafogo começou com gol anulado de Diego Souza, por impedimento. Cícero quase empatou o jogo, aos 7, mas no contra-ataque foi o Inter que marcou, com Edenilson.

Aos 9, o Botafogo teve outro gol anulado, este mais polêmico. Luiz Fernando invadiu a área e cruzou para Alex Santana marcar. A arbitragem consultou o VAR, voltou bastante a jogada e invalidou por um toque no braço de Fernando.

Já no meio-campo, Marcinho começou a incomodar Marcelo Lomba com chutes de longe. Aos 17, ele cobrou escanteio da esquerda e Diego Souza diminuiu! Internacional 2 x 1 Botafogo.

O jogo ficou aberto, cheio de chances. Diego Cavalieri evitou gols de Nico e Guerrero. Lomba pegou cabeçadas perigosas de João Pualo e Alex Santana.

Até que, aos 37, em contra-ataque Nico Lopez colocou 3 a 1 no placar. O Botafogo seguiu em cima até o fim, descontou com Marcinho aos 49, mas não teve tempo de buscar o empate.

BOTAFOGO: Gatito (Diego Cavalieri), Marcinho, Joel Carli, Gabriel e Gilson; Cícero, João Paulo (Vinicius) e Alex Santana; Luiz Fernando, Lucas Campos (Fernando) e Diego Souza. Técbico: Eduardo Barroca.

Danilo Santos