notícia

Cabeça no lugar pela vaga

João Paulo vê o Botafogo em condições de dar o troco e avançar na Sul-Americana
Atualizado em 30-07-2019, 14:23

O Botafogo viaja nesta terça-feira para enfrentar o Atlético Mineiro, pelo jogo da volta das oitavas de final da Copa Conmebol Sul-Americana. No jogo da ida, vitória mineira por 1 a 0, mas com jogo totalmente aberto no Independência, quarta-feira, às 21h30. Um dos pilares da equipe, o volante João Paulo concedeu entrevista coletiva e reforçou a confiança na classificação. Para o jogador, o momento é de ter a cabeça no lugar, encurtar os espaços do rival e buscar a vitória, único resultado que interessa ao Fogão. Eu não duvidaria do Botafogo...

- Equilíbrio. Hoje não pensamos se vamos fazer cinco, levar quatro... O que mais queremos agora é voltar a vencer e para isso vencendo por 1 a 0, levamos para os pênaltis e por mais de um gol isso vira para o nosso lado, né. Muita consciência do que a gente tem que fazer, que não vai ser um jogo fácil como não foi aqui, mas da mesma maneira que venceram no Rio nós podemos vencer lá - disse João Paulo. 

Confira os demais trechos da entrevista coletiva de João Paulo. Vamos, Fogão!

MARCAÇÃO E PROXIMIDADE EM CAMPO

- A gente tem que ter equilíbrio nessa questão da marcação, o principal é estar perto um do outro seja na marcação alta ou baixa. Marcando sempre o homem da bola e isso não podemos abrir mão. Contra o Flamengo, depois que fizemos o primeiro gol, pecamos um pouco nisso, acabamos recuando demais, sendo que estávamos tendo êxito com uma marcação mais adiantada. São aprendizados que a gente tem para esse jogo de quarta-feira. 

HORA DE VOLTAR A VENCER

- Isso é chato, a gente não gosta de passar por uma sequência negativa, mas por outro lado a gente tem bastante confiança que o trabalho está sendo feito, temos nos esforçado ao máximo e dentro do futebol nós sabemos que quando damos o nosso máximo as coisas viram ao nosso favor. Temos que continuar acreditando e trabalhando forte que isso vai mudar. 

ALGUMAS POSSIBILIDADES NA ZAGA

- O Jean tem feito alguns treinos com a gente na zaga, não é um fator que preocupa. Tem o Alan também, que já jogou e treinou algumas vezes como zagueiro e estamos bem servidos. Quem entrar por alí vai desempenhar seu papel muito bem. O Marcelo já provou seu valor, tinha sentido um incômodo e agora está 100% para o jogo. 

CABEÇA BOA É FUNDAMENTAL

- Muitas vezes não vejo como falta de calma. O lance do Gilson sequer foi falta e acabou sendo expulso. Alguns fatores influenciam, mas a equipe está concentrada. O Barroca pede para acabar o jogo com os onze e estamos com a cabeça tranquila para evitar qualquer tipo de problema.

CONFIANÇA NO ELENCO

- A gente tem confiança. Claro que teremos que improvisar alguém pelo número de inscrição, mas temos jogadores no elenco que podem fazer bem essa função e estamos tranquilos quanto a isso. 

Assessoria de Imprensa