notícia

Ajusta e vai pra cima

Diego Souza mantém confiança pela Sul-Americana e agora mira o clássico
Atualizado em 25-07-2019, 17:19

O revés dentro de casa por 1 a 0 no jogo de ida das oitavas de final da Copa Sul-Americana não era o resultado que nenhum jogador ou torcedor do Botafogo queria, mas no futebol, como dizem, o jogo 'só termina quando acaba' e a equipe irá à Belo Horizonte na quarta-feira que vem com chances de classificação apesar dos desfalques na zaga (Carli suspenso e Gabriel por questões contratuais). Em entrevista coletiva, Diego Souza acalmou os ânimos, reconheceu que o momento da equipe não é dos melhores mas, com experiência, lembrou que não há nada perdido. E uma boa oportunidade para vencer será diante do badalado Flamengo, domingo, no Maracanã.

- Eu sou o centro-avante da equipe e vou buscar para marcar os gols que tem que ser feitos. Sei da minha responsabilidade e na quarta-feira que vem, no final da noite, a gente pode estar conversando de maneira diferente, com uma vitória. Não é nada absurdo isso. Tivemos um jogo atípico dentro de casa e, com todo respeito ao Atlético que criou outras chances, por uma falha nossa sofremos o gol. Com a experiência que eu tenho o resultado de ontem nos deixou vivo. Ficamos com um a menos, as coisas não estavam boas e ficamos com a bola, tivemos a humildade de perder de 1 a 0, colocar as coisas no lugar e, com todo respeito ao Atlético, buscar uma vitória lá. Sabíamos que a sequência seria difícil, mas temos a cabeça tranquila, trabalhamos muito e vamos dar a volta por cima - frisou Diego Souza.

Experiente e com passagens por outros clubes grandes, Diego Souza vê no clássico a oportunidade para voltar a vencer e não está preocupado com o que se passa na Gávea. Cada um com seus problemas e todos no Botafogo com o pensamento voltado para os três pontos independentemente do rival.

- Um jogo bom, que todo jogador gosta. Estamos vindo de dois resultados negativos e nada melhor que um clássico para que você consiga uma vitória sobre um rival, badalado, que todos dizem que vai brigar pelo título. Respeitamos, mas temos totais condições de vencer. Não temos nada a ver com eles(Flamengo). Nossa parte também não é boa. Eles tem um elenco de qualidade, mais um jogo difícil e o que vai contecer do lado deles que se resolvam para lá.

Confira os demais trechos da entrevista coletiva de Diego Souza:

PONTOS POSITIVOS DA EQUIPE

- Nossa equipe toma poucos gols, se guarda bem e a gente tem acertado nisso. Ser uma equipe coesa, com sistema defensivo sólido e aos poucos a gente vai criando as oportunidades. Sabemos que precisamos melhorar muito, trabalhamos para isso acontecer e estamos no caminho certo. Não vai demorar para acontecer. Já sofremos muito por tomar muitos gols e agora vamos buscar atacar mais, fazer gols e dar trabalho ao adversário. E tenho certeza que isso vai acontecer.

COBRANÇA NO SETOR OFENSIVO PARA EVOLUIR

- Não vejo como problema físico. Temos todas as análises aqui para sabermos como estamos ou precisamos melhorar. É questão de encaixe, estamos um pouco pobre nesse setor ofensivo. Ainda estamos buscando, uma hora ou outra conseguimos uma triangulação ou outra, mas estamos devendo isso a nós e ao nosso torcedor. Nos cobramos e precisamos fazer os gols, só assim para ganhar os jogos.

- Você pode ver que depois que o Barroca chegou as coisas melhoram muito, mas nem tudo é possível dar conta. Melhoramos no sistema defensivo, uma posse de bola muito boa na parte de trás e na parte ofensiva ainda devemos. Temos trabalhado, o Barroca tem conversado e pensado no que podemos melhorar. Todo jogos tentamos incluir alguma coisa e vai ter que acontecer.

Assessoria de Imprensa