notícia

Fala, Capitão

Carli representa o elenco em coletiva e mira título da Sul-Americana pela torcida
Atualizado em 22-07-2019, 15:15

O Botafogo passa por dificuldades, principalmente financeiras, o que não é segredo e gerou um protesto por parte dos atletas, que não concederam entrevistas coletivas ou participaram de ações de marketing do clube. Com um mês salárial quitado, os atletas voltaram a falar e o zagueiro argentino e capitão da equipe Joel Carli se pronuncio através de entrevista coletiva. O defensor falou sobre o revés sofrido contra o Santos no domingo e já voltou o foco por um bom início nas oitavas de final da Sul-Americana, quarta-feira, no Estádio Nilton Santos, diante do Atlético Mineiro.

- Tem um tempo que não nos encontramos aqui e quero agradecer o respeito e compreensão diante da nossa decisão. Em nome dos nossos companheiros quero agradecer a cada um(jornalistas) por respeitarem essa nossa decisão. Nossa decisão principal foi não prejudicar o nosso trabalho dentro de campo. Acabamos prejudicando vocês da imprensa e também o marketing com essa decisão, mas estamos longes de tomar qualquer decisão de deixar de treinar - disse Carli.

Carli destacou que o momento é de foco total na Copa Sul-Americana, competição no ano que o Glorioso tem condições de ser campeão.  

- A gente sabe que é outra competição, que temos que ganhar em casa e ficamos chateados pelos últimos resultados pelo Brasileirão em casa, mas agora temos que virar o chip para outra competição por um resultado. Lógico que a gente sabe que passa muito pelo lado econômico, mas nosso principal foco é ganhar para dar satisfação e essa alegria imensa para a nossa torcida. Essa é uma competição para buscarmos um título e entrar para a história do Botafogo. Não só por nós, mas para buscarmos esse grande título para essa torcida que merece - falou o capitão argentino.

Assessoria de Imprensa