Avaí 1x1 Botafogo

Fogão arranca empate no fim em Florianópolis

Atualizado em 03-07-2021 às 23:30

O Botafogo enfrentou o Avaí, fora de casa, e empatou por 1 a 1 em partida válida pela 9ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. A equipe alvinegra chegou aos 12 pontos na competição e, com um jogo a menos, ocupa o oitavo lugar na tabela.

O JOGO

A partida começou movimentada em Florianópolis. O Botafogo procurou assumir o controle das ações e, com menos de 10 minutos, chegou duas vezes com perigo. Navarro disputou jogada na área e bateu em cima da marcação frente ao gol, enquanto Oyama apareceu livre e finalizou por cima cruzamento de Diego Gonçalves.

O Avaí, por sua vez, respondeu com Wesley, que acertou a trave de Douglas Borges, em chute de fora da área. O Fogão era melhor e chegava com mais frequência ao ataque. Navarro apareceu mais uma vez, levando a melhor em disputa com Alemão e encobrindo o goleiro Glédson. A bola passou muito perto. 

Pressionando o adversário, o Glorioso quase abriu o placar com Pedro Castro. O volante alvinegro recebeu na entrada da área, bateu forte, o goleiro avaiano não conseguiu segurar e a bola ainda tocou no travessão. A primeira etapa terminou sem gols em Florianópolis. 

No segundo tempo, o jogo caiu de ritmo. O rival catarinense assustou primeiro, com chegada pela direita de Wesley. Guilherme Santos, no entanto, se recuperou na jogada e conseguiu bloquear a conclusão que ia na direção da meta alvinegra. 

Em bela jogada individual de Diego Gonçalves o Botafogo deu o troco, mas parou em grande defesa de Glédson. 
Melhor no jogo, o Alvinegro acabou sofrendo o gol. Lourenço recebeu na entrada da área, limpou a jogada, bateu no canto direito e colocou o Avaí em vantagem aos 24 minutos: 1 a 0. 

Precisando buscar o resultado, o Fogão se lançou ao ataque. O time passou a atuar no campo ofensivo e encontrava espaços pelo lado do campo. Felipe Ferreira aparecia bem, criando chances, que paravam na defesa da equipe rival.

A insistência foi premiada no finalzinho. Warley recebeu bola na direita e cruzou na segunda trave para finalização certeira de Marco Antônio. Golaço para empatar o jogo e dar números finais na Ressacada: 1 a 1.

BOTAFOGO: Douglas Borges; Daniel Borges (Felipe Ferreira), Kanu, Gilvan e Guilherme (Rafael Carioca); Barreto, Oyama, Pedro Castro (Marco Antônio), Ronald (Warley) e Diego Gonçalves; Navarro (Rafael Moura). 

Fernando Morani

O Botafogo enfrentou o Avaí, fora de casa, e empatou por 1 a 1 em partida válida pela 9ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. A equipe alvinegra chegou aos 12 pontos na competição e, com um jogo a menos, ocupa o oitavo lugar na tabela.

O JOGO

A partida começou movimentada em Florianópolis. O Botafogo procurou assumir o controle das ações e, com menos de 10 minutos, chegou duas vezes com perigo. Navarro disputou jogada na área e bateu em cima da marcação frente ao gol, enquanto Oyama apareceu livre e finalizou por cima cruzamento de Diego Gonçalves.

O Avaí, por sua vez, respondeu com Wesley, que acertou a trave de Douglas Borges, em chute de fora da área. O Fogão era melhor e chegava com mais frequência ao ataque. Navarro apareceu mais uma vez, levando a melhor em disputa com Alemão e encobrindo o goleiro Glédson. A bola passou muito perto. 

Pressionando o adversário, o Glorioso quase abriu o placar com Pedro Castro. O volante alvinegro recebeu na entrada da área, bateu forte, o goleiro avaiano não conseguiu segurar e a bola ainda tocou no travessão. A primeira etapa terminou sem gols em Florianópolis. 

No segundo tempo, o jogo caiu de ritmo. O rival catarinense assustou primeiro, com chegada pela direita de Wesley. Guilherme Santos, no entanto, se recuperou na jogada e conseguiu bloquear a conclusão que ia na direção da meta alvinegra. 

Em bela jogada individual de Diego Gonçalves o Botafogo deu o troco, mas parou em grande defesa de Glédson. 
Melhor no jogo, o Alvinegro acabou sofrendo o gol. Lourenço recebeu na entrada da área, limpou a jogada, bateu no canto direito e colocou o Avaí em vantagem aos 24 minutos: 1 a 0. 

Precisando buscar o resultado, o Fogão se lançou ao ataque. O time passou a atuar no campo ofensivo e encontrava espaços pelo lado do campo. Felipe Ferreira aparecia bem, criando chances, que paravam na defesa da equipe rival.

A insistência foi premiada no finalzinho. Warley recebeu bola na direita e cruzou na segunda trave para finalização certeira de Marco Antônio. Golaço para empatar o jogo e dar números finais na Ressacada: 1 a 1.

BOTAFOGO: Douglas Borges; Daniel Borges (Felipe Ferreira), Kanu, Gilvan e Guilherme (Rafael Carioca); Barreto, Oyama, Pedro Castro (Marco Antônio), Ronald (Warley) e Diego Gonçalves; Navarro (Rafael Moura). 

Fernando Morani


Norsk