Náutico 3 x 1 Botafogo

Com erros de arbitragem, Fogão acaba derrotado em Recife

Atualizado em 20-06-2021 às 19:00

O Botafogo foi até o Recife para defender sua invencibilidade na Série B e diminuir a distância das primeiras posições. Em campo, mesmo atuando fora de seus domínios, o Glorioso fez um jogo aberto e buscou agredir o adversário, mas parou em Alex Alves, goleiro da equipe pernambucana, que foi o destaque da partida, evitando, pelo menos, três chances claras do Alvinegro. 

Erros de arbitragem também acabaram prejudicando o Botafogo, que sofreu o primeiro gol em um escanteio mal dado. A jogada que originou o gol contra de Pedro Castro seria tiro de meta. O time reagiu e empatou com Felipe Ferreira na segunda etapa. No entanto, no fim, em pênalti assinalado com a bola já fora de campo, Jean Carlos colocou em vantagem o Náutico, que ainda marcou o terceiro com Guillermo Paiva: 3 a 1. 

Com oito pontos, o Glorioso volta a campo no próximo sábado, quando viaja até o Maranhão para enfrentar o Sampaio Correia.

BOTAFOGO: Douglas Borges; Warley (Daniel Borges), Kanu, Gilvan e PV; Oyama, Pedro Castro (Rafael Moura), Chay (Diego Gonçalves), Marco Antônio (Felipe Ferreira) e Guilherme Santos (Barreto); Rafael Navarro. Técnico: Marcelo Chamusca

Foto: Tiago Cal
Assessoria de Comunicação

O Botafogo foi até o Recife para defender sua invencibilidade na Série B e diminuir a distância das primeiras posições. Em campo, mesmo atuando fora de seus domínios, o Glorioso fez um jogo aberto e buscou agredir o adversário, mas parou em Alex Alves, goleiro da equipe pernambucana, que foi o destaque da partida, evitando, pelo menos, três chances claras do Alvinegro. 

Erros de arbitragem também acabaram prejudicando o Botafogo, que sofreu o primeiro gol em um escanteio mal dado. A jogada que originou o gol contra de Pedro Castro seria tiro de meta. O time reagiu e empatou com Felipe Ferreira na segunda etapa. No entanto, no fim, em pênalti assinalado com a bola já fora de campo, Jean Carlos colocou em vantagem o Náutico, que ainda marcou o terceiro com Guillermo Paiva: 3 a 1. 

Com oito pontos, o Glorioso volta a campo no próximo sábado, quando viaja até o Maranhão para enfrentar o Sampaio Correia.

BOTAFOGO: Douglas Borges; Warley (Daniel Borges), Kanu, Gilvan e PV; Oyama, Pedro Castro (Rafael Moura), Chay (Diego Gonçalves), Marco Antônio (Felipe Ferreira) e Guilherme Santos (Barreto); Rafael Navarro. Técnico: Marcelo Chamusca

Foto: Tiago Cal
Assessoria de Comunicação


Norsk