notícia

Semana da troca

Em ação descontraída, goleiros Sub-15 invertem papel com preparador por uma semana
Atualizado em 15-12-2014, 12:00

Após a brilhante conquista do Campeonato Carioca Sub-15, os jovens alvinegros ganharam férias merecidas. Porém, o trabalho durou uma semana a mais para os goleiros da categoria. Em iniciativa do preparador de goleiros Leonardo Signorelli, o Alvinegro promoveu pelo segundo ano consecutivo a "Semana da troca", onde os jovens defensores se tornam preparadores e treinam o seu técnico.


Julio Cesar, Leonardo Signorelli (Preparador), José e André posam pra foto após atividade.

O preparador de goleiros Leonardo Signorelli explicou sobre como surgiu a ideia de fazer essa atividade e afirmou que pretende seguir com a atividade nos próximos anos.

- A "Semana da Troca" surgiu através de algumas conversas com os goleiros, onde eles me perguntaram como eram feitos os planejamentos dos treinos que eu realizava com eles. Explicando um pouco como eu me planejava, surgiu a ideia de fazer no final do ano a "Semana da Troca", onde eles virariam os treinadores, planejariam os treinos através do que tínhamos conversado e para a felicidade deles, me treinariam. No início era apenas uma brincadeira, hoje se tornou uma atividade que vou programar para todo final de ano." disse ele.

A segunda edição do evento aconteceu na última semana, dos dias 8 a 12, no Estádio de Caio Martins e contou com a participação dos 4 goleiros infantis. André, Julio Cesar, José e Henrique treinaram o seu preparador um dia cada. De forma descontraída e animada, o treinador dos meninos explicou como foi o processo de treinamento e como sofreu durante a semana.

- Com a ideia aprovada pela diretoria, fizemos um sorteio onde cada um ficaria com um dia da semana e um outro sorteio para ver qual a valência física e a técnica que eles iriam trabalhar no dia sorteado. Então, começamos a semana com o José, que fez um treinamento de força com queda meia altura. Na terça foi a vez do Julio Cesar que realizou um treino de coordenação com entrada rasteira. Já na quarta o treinador foi o André, com um treino de agilidade com queda lateral rasteira. Finalizamos a semana na quinta com o Henrique, que fez um treino de velocidade de reação. Quando um dava o treino, os outros goleiros treinavam junto comigo e não houve moleza não! Me colocaram pra ralar, mandavam eu buscar as bolas que iam longe, buscar água pros demais goleiros e levar todo o material sozinho. (risos) Apesar de estar um pouco enferrujado, consegui realizar todos os treinamentos e no final com uma conversa descontraída, eles me aprovaram no teste. - contou o preparador.


Leonardo Signorelli sendo treinado por um de seus comandados durante a semana da troca.

Diante deste treino recheado de felicidade e bom humor, os meninos encerram uma temporada incrível na meta alvinegra. Isso porque, nas duas decisões do ano a estrela de dois deles brilharam e o resultado positivo veio na disputa por pênaltis. Julio Cesar na Taça Guanabara e André na final do Carioca fizeram defesas essênciais. Leonardo comentou sobre o trabalho dos meninos nos momentos importantes.

- Na final da Taça GB estávamos perdendo para o Vasco e em um lance crucial o André, para evitar o 2º gol deles, foi expulso. O Julio Cesar entrou na partida com muita personalidade, até que conseguimos empatar a partida e nos pênaltis ele foi decisivo nos dando o título. O que é incrível, é que aquela foi a 1ª partida que ele realizava pelo Botafogo. Na final do Carioca, chegou a vez do André se destacar fazendo uma excelente partida, pegando dois pênaltis e nos dando o título carioca. O meu sentimento foi de muita felicidade, por ver a alegria dos quatro goleiros que fizeram parte da conquista. Não posso deixar de agradecer o papel fundamental do departamento de análise e desempenho do Botafogo, através do Pedro Monteiro que sempre ajudou a gente com vídeos dos adversários para que nós estudássemos e traçássemos estratégias para que os goleiros chegassem bem preparados para as partidas. Foi um verdadeiro trabalho em equipe. - descreveu o treinador.

Assim como em toda a equipe Sub-15, que se tornou uma verdadeira família 99, os jovens arqueiros também possuem uma relação muito próxima com seu comandante. O preparador também falou sobre esse relacionamento com os meninos e agradeceu todo o empenho dos jovens.

- Esses meninos são realmente especiais. Foi um ano difícil, porém muito gratificante. O André eu já conhecia porque treinava comigo ano passado, os demais goleiros Julio Cesar, José e Henrique chegaram esse ano. Ver a evolução que eles tiveram durante o processo me deixou com a sensação de um trabalho com saldo positivo. Hoje eles brincam me chamando de "Pai", porque a relação que nós tivemos foi muito aberta, jogando limpo sempre. Procurei colocar todos para jogar e eles me deram uma resposta positiva em todos as partidas. Gostaria de parabenizar a todos os envolvidos na conquista estadual e um agradecimento especial pela dedicação e comprometimento nos treinos destes goleiros. E que ano que vem venham mais conquistas para o nosso Botafogo. - finalizou.

Confira a galeria de fotos da "Semada da troca":




Fabio de Paula