notícia

É Campeão!

Nas Laranjeiras, Sub-15 supera Fluminense e se sagra Campeão Carioca de 2014
Atualizado em 29-11-2014, 21:00

A torcida alvinegra pode comemorar mais um título de sua base forte. Os meninos do Sub-15 do Fogão, em um jogo emocionante, conseguiram superar a equipe do Fluminense nos pênaltis e saíram com o título de Campeão Carioca de 2014.

Dentro das Laranjeiras, o tricolor conseguiu vencer a partida por 3x2, mas como o Glorioso possuia a vantagem por ter saído na frente na primeira partida, no domingo passado, a decisão ficou para as penalidades máximas. Nas cobranças, a estrela do goleiro alvinegro André brilhou pegando 2 cobranças e o resultado terminou em 3 a 1 para o Botafogo. Dessa forma, recheada de emoção, que a garotada alvinegra alcançou a alcunha de Campeão.


Capitão Enrico e equipe alvinegra levanta a taça de Campeão cario Sub-15 de 2014.

O JOGO

Depois de uma longa caminhada durante toda a temporada, Botafogo e Fluminense entraram em campo focados em um único objetivo: entoar o grito de "É campeão!" ao fim do jogo. Em desvantagem após perder por 2 a 1 no primeiro confronto, o Tricolor contou com o apoio de sua torcida e tentou pressionar a equipe alvinegro desde o começo.

O time da casa, em sua primeira investida, acertou a trave aos 6 minutos. A equipe alvinegra apesar de bem postada em campo, sofreu dois golpes em duas bolas paradas. Aos 10 e aos 14, o meia do time da casa acertou duas boas cobranças sem chances para André e colocou o Fluminense em vantagem no placar. 2 a 0.

Mesmo sofrendo o revés bem cedo, o Alvinegro não se abateu e foi para ao jogo. A resposta veio aos 18 com Alexandre. Após boa jogada pela direita, o meio arriscou um chute que passou a direita do goleiro. Aos 25, o Glorioso esteve muito perto de descontar, após um escanteio alçado na área, Michel acertou o travessão.

Aos 28 minutos, o Fluminense teve um jogador expulso após receber o segundo amarelo. Mesmo com um homem a menos, o time das Laranjeiras conseguiu ampliar aos

32, após boa jogada individual. 3 a 0. Perto do fim da primeira etapa, o jogo começou a virar a favor do Glorioso. Siqueira fez uma linda jogada individual pela direita, cortou para o meio, soltou uma bomba no ângulo para descontar e recolocar a equipe no jogo.

No intervalo, o comandante Phelipe Leal tratou de acalmar os ânimos dos meninos, ajeitou o que estava fora de compasso e reforçou a confiança nos meninos. Com isso, a equipe voltou a campo com um brio impressionante e assustou logo aos 5 com Erick, em chute de de fora da área.

Motivados, os garotos alvinegros cresceram no jogo começaram a assustar a meta tricolor. O centroavante Pedro Augusto teve duas boas chances para marcar mas o goleiro da equipe da casa trabalhou bem. Aos 27, Alexandre quase marcou em uma cobrança de falta perigosa.

O tempo passava e a emoção tomava conta do estádio, um gol levaria a decisão para os pênaltis. O Botafogo seguiu pressionando, aos 37 chegou ao fundo e bateu cruzado mas o goleiro defendeu em dois tempos. A emoção maior estava guardada mesmo para o final, faltando 2 minutos para terminar, a bola alçada na área encontrou a cabeça do pequeno Mateus Bastos. Gol do Fogão e delírio alvinegro em todo o estádio. 3 a 2. O árbitro encerrou o tempo normal e a decisão ficou para as penalidades.

Repetindo a cena da decisão do primeiro turno, a equipe depositou toda a confiança na meta. Dessa vez, a missão era de André, o mais jovem do elenco com apenas 14 anos. Sem bobear, a muralha do Fogão brilhou, defendeu uma cobrança e ainda contou com a sorte quando viu uma ir para fora. Pelo lado alvinegro, Willian,Bruno Ribeiro e Enrico converteram. Na última batida tricolor, André mostrou que tem estrela e pegou mais uma.

Fim de Papo, o título é do Botafogo. O título é desses atletas e dessa comissão, que juntos fizeram um trabalho brilhante durante toda temporada. Parabéns Sub-15, vocês honraram essa estrela que carregam no peito.

Botafogo: André; Siqueira(Mateus Bastos), Michel(Caio Alexandre), Sanderson e Lucas Barros; Guga, Bruno Ribeiro, Erick(Willian) e Enrico; Alexandre e Pedro Augusto(Coutinho).
Suplentes: Julio Cesar, Diego, Cayo, Magno, Caio Alexandre, Mateus Bastos, Matheus Costa, Monteiro, Coutinho e Pedrinho.
Técnico: Phelipe Leal

CONFIRA A GALERIA DE FOTOS DA PARTIDA NAS IMAGENS DE VITOR SILVA/SS PRESS:

Fabio de Paula