notícia

Fluminense 1 x 0 Botafogo

Alvinegro luta, mas não vence clássico e se mantém com 33 pontos
Atualizado em 15-11-2014, 21h25

 

 

Em um jogo equilibrado do início ao fim, o Botafogo teve chances e não merecia perder, porém acabou castigado com um gol de Edson de cabeça e foi derrotado por 1 a 0 pelo Fluminense, neste sábado, no Maracanã. O time segue com 33 pontos no Campeonato Brasileiro.

O Botafogo buscará a reação no próximo jogo, contra o Figueirense, quarta-feira, em São Januário.

O JOGO


Diante de desfalques e mudanças, o técnico Vagner Mancini promoveu o retorno de Marcelo Mattos, pôs Andreazzi no meio e Sidney na lateral esquerda. O time fez um primeiro tempo competitivo e teve chances de abrir o placar.

Logo com 5 minutos, em jogada ensaiada, Régis cobrou falta da direita e Marcelo Mattos, de cabeça, obrigou Diego Cavalieri a espalmar.

O jogo era muita disputado e intenso no meio-de-campo, com faltas para os dois lados, algumas delas mais fortes. Carlos Alberto em diversas oportunidades foi parado, mas em uma delas o árbitro ignorou infração de Edson e, no contra-ataque, Rafael Sóbis teve a chance de finalizar, mandando para fora.

A grande oportunidade da etapa inicial veio aos 25. Carlos Alberto recebeu lançamento longo, em posição legal, ficou livre à frente de Diego Cavalieri, mas enquanto definia o momento do chute, Marlon chegou para cortar.

Embora com um time técnico e brigando por vaga na Libertadores, o Fluminense tinha dificuldades para vencer a marcação alvinegra e criar. Aos 28, em jogada de bola parada, Fred cabeceou na direção do gol, mas Dankler foi providencial para cortar. Aos 34, foi a vez de Jefferson fazer grande defesa em chute cruzado de Rafael sóbis.

Na etapa final, o Botafogo se posicionou à espera de um contra-ataque. Aos 5, teve, em belo lance individual de Andreazzi, que arrancou com a bola, limpou seu marcador e bateu de canhota. Porém, o chute, apesar de forte, foi no meio do gol, facilitando a defesa de Diego Cavalieri.

O Fluminense tinha a posse de bola, mas pouca objetividade. Seus melhores lances eram em cruzamentos na área, como um que Fred cabeceou para fora e outro em que Conca chegou livre e testou, mas Dankler afastou.

Aos 20, quase o Botafogo marcou. Dankler fez belo lançamento longo, Murilo veio em velocidade e tocou por cobertura, na saída de Cavalieri, mas a bola foi por cima.

Contudo, foi o Fluminense quem abriu o placar. Em um jogo equilibrado e sem criar grandes chances, o adversário chegou ao seu gol aos 28, com Edson, de cabeça.

O Botafogo ainda tentou até o fim, teve sua melhor chance com Gegê na entrada da área, mas o chute foi por cima. A luta continua nos próximos jogos.

GALERIA DE FOTOS (Vitor Silva / SS Press)




BOTAFOGO:
Jefferson, Régis, André Bahia, Dankler e Sidney (Bruno Corrêa); Marcelo Mattos, Gabriel, Andreazzi (Bolatti) e Carlos Alberto; Murilo e Jobson (Gegê). Técnico: Vagner Mancini.

Danilo Santos