notícia

Botafogo 0 x 0 Bangu

Glorioso empata em São Januário e chega ao segundo ponto no Estadual
Atualizado em 21-01-2014, 21h31

O Botafogo evoluiu, criou diversas chances, controlou o jogo e esteve perto de marcar. Mas o resultado final foi o 0 a 0 com o Bangu, nesta terça-feira, em São Januário. O Glorioso chegou a dois pontos no Campeonato Carioca e tem como próximo adversário o Madureira, quinta.

O JOGO


Enquanto pela manhã parte do elenco treinou no Stadium Rio, à noite foi a vez de voltar a campo pelo Campeonato Carioca. Com duas mudanças em relação ao primeiro jogo (Alex e Airton nos lugares de Lucas e Gabriel), o time mostrou a evolução esperada e entrou mais solto. Dinâmico e objetivo, o Botafogo criou inúmeras chances no primeiro tempo, só faltou chegar ao gol.

Com 5 minutos de jogo, Renato tabelou com Daniel e soltou uma bomba para fora. Aos 10, foi a vez de o apoiador ajeitar e Rodrigo Souto bater bonito para acertar a trave. Com o objetivo claro de se defender e buscar contra-ataques, o Bangu ameaçou apenas em dois lances seguidos, com Fellipe Foca de letra e Willen desviando escanteio, ambos com muito perigo.

O Botafogo tocava curto, se deslocava e também tentava de longe. Gegê, em bonito chute, quase marcou. Pelo chão, veio a troca de passes, cruzamento rasteiro, Renato dominou na área e bateu para Rafael espalmar, aos 31. O goleiro ainda foi ágil para evitar o gol de Henrique no rebote. Outro que esteve perto de marcar foi Rodrigo Souto, em cabeçada rente à trave, aos 36. Pouco depois, ele ajeitou de cabeça para o meio e seu marcador cortou com o braço, em pênalti claro ignorada pela arbitragem.

Ainda na etapa inicial, Alex foi ao fundo pela direita e fez cruzamento com estilo, de três dedos, Henrique e Renato quase chegaram para marcar. O segundo tempo começou e, na primeira chance, Rodrigo Souto arriscou de longe para Rafael fazer outra boa defesa. O Bangu respondeu aos 17, quando Almir invadiu a área, escolheu o canto e tocou para fora.

o jogo esfriou durante um tempo. Eduardo Hungaro, que há havia colocado Octávio no lugar de Gegê, pôs Yguinho na vaga de Henrique. A partir dos 30, o Botafogo voltou a atacar e ficar perto do gol. Faltou sorte. Em cruzamento de Alex, Douglas Tuchê quase marcou contra. Na melhor oportunidade, Octávio cruzou da direita, Renato subiu mais que a zaga e cabeceou, mas Rafael evitou. Na volta, Yguinho bateu, a bola desviou na zaga e não entrou. Ficou mesmo o gosto do empate.  

GALERIA DE FOTOS



BOTAFOGO: Renan, Alex, Dankler, Dória e Lima; Airton, Rodrigo Souto (Sassá), Daniel, Renato e Gegê (Octávio); Henrique (Yguinho). Técnico: Eduardo Hungaro.

Danilo Santos