notícia

Humilde e determinado

Júnior César indica os caminhos para uma vitória alvinegra no Mineirão
Atualizado em 30-10-2014, 19:40

O Botafogo terá um missão complicada diante do Cruzeiro, domingo, no Mineirão. Sem Wallyson, que sofreu uma torção no tornozelo, Mancini terá de mudar o time que venceu o Flamengo. Experiente, o lateral esquerdo Júnior César sabe da dificuldade, mas também aponta os caminhos para uma vitória fora de casa.

- Cada jogo te dá uma oportunidade de alcançar coisas melhores na competição. É muito bom vencer um jogo da forma como vencemos o Flamengo, que era uma rival direto. Temos uma semana muito boa para trabalhar e sabemos da dificuldade do jogo de domingo contra a principal equipe da competição. Temos que ter humildade para fazer novamente o que fizemos contra o Flamengo, agora diante do Cruzeiro, que é uma equipe muito qualificada - ressaltou o lateral-esquerdo.

Para o jogo decisivo, algumas mudanças poderão acontecer. No treino desta quinta-feira, Mancini testou Airton na zaga e o jovem Murilo no ataque. Com uma torção no tornozelo direito, Wallyson dificilmente jogará. Júnior César comentou as mudanças e reiterou a confiança nos seus companheiros, independentemente de quem for jogar.

- São opções que o Mancini está testando no decorrer dos treinamentos. O Souto já atuou no jogo passado e foi muito bem, é um cara que tem treinado muito e soube aproveitar. Pela experiência e pela proximidade de jogar de volante, foi muito bem. Mesmo caso do Airton, que também foi testado na zaga hoje. Murilo já está treinado a bastante tempo e já teve algumas oportunidades de entrar nos jogos. É um jogador muito qualificado com a perna esquerda e tem condições de fazer a mesma coisa no esquema tático que o Walyson vinha fazendo. A gente espera que, se realmente se confirmar essa entrada, que ele vá muito bem e possa nos ajudar - avaliou o camisa 6.

Em meio a esperança pelo resultado positivo, um ponto de tristeza diante de uma importante baixa: o atacante Wallyson, que torceu o tornozelo e não tem previsão de volta.

- Estou muito chateado e triste, até porque ele é um jogador importante para nossa equipe e vinha colaborando bastante dentro do esquema tático. Com certeza ele vai fazer uma falta muito grande para o time, mas temos outros jogadores para suprir essa ausência do Wallyson - lamentou.

Sem tempo para lamentar, resta ao Botafogo concentrar todas as suas forças nas sete rodadas finais do Brasileirão. Para Júnior César, a equipe deve pontuar o mais rápido possível para evitar uma pressão a mais nos jogos finais.

- A gente sabe que a dificuldade no Campeonato Brasileiro é muito grande em todas as partidas. Temos sete jogos e, dentro desses jogos, vamos procurar vencer partida por partida. É muito importante você vencer o mais rápido possível, isso te dá uma certa tranquilidade para os próximos jogos. É isso que a gente vai tentar fazer ao máximo para que possamos atingir essa pontuação para ter uma certa tranquilidade nesse final de campeonato - confia o lateral.

Marcos Silva