notícia

Pelos pontos na bagagem

Fogão viaja para jogos contra Coritiba e Flamengo, ambos fora do Rio
Atualizado em 21-10-2014, 15:03

O Campeonato Brasileiro vai chegando ao fim e a briga por pontos segue cada vez mais acirrada. O Botafogo arrumou as malas e seguiu viagem para o jogo contra o Coritiba, quarta-feira, no Estádio Couto Pereira. Na sequência, o Alvinegro vai direto para Manaus, local do clássico contra o Flamengo, no sábado.

Com a atenção voltada para a semana que pode ser crucial para as pretensões do Botafogo, Mancini destacou a importância de retornar ao Rio pelo menos com quatro pontos somados. Confira os principais trechos da entrevista coletiva de Vagner Mancini:

SEQUÊNCIA LONGE DO RIO

- Serão dois jogos numa semana que foi iniciada com o empate diante do Sport e nós sabemos que é fundamental somar pontos para deixar essa zona desconfortável. Hoje o Coritiba é nosso adversário direto.

CONFRONTO DIRETO COM O CORITIBA

- O ideal para nós é vencer. A vitória tem que vir, mas é óbvio que o empate com o último colocado faz com que mantenhamos a distância dele.

O ADVERSÁRIO

- O time do Coritiba não condiz com a colocação que ocupa e talvez ainda não tenha se achado no campeonato. Eles fizeram uma campanha muito boa no primeiro turno do ano passado com quase o mesmo time e vão jogar suas últimas fichas. O Botafogo não pode permitir isso. Se não foram fortes até agora, não podem ser contra a gente.

TIME EM ABERTO

- Ainda não tenho o time definido. Aquilo que eu fiz no campo é uma prévia do que eu vou montar amanhã. O Gabriel e o Airton vão jogar, pode ser que tenha a entrada de mais algum volante. O Carlos Alberto não tem chance nenhuma de iniciar o jogo.

JOGO COMO VISITANTE

- Eu acho que tem um lado positivo. Jogar dentro de casa, com o apoio do torcedor, não quer dizer que vai ser assim o tempo todo. Com o esquema que temos hoje, jogamos melhor fora de casa.

BOM RETROSPECTO NO COUTO PEREIRA

- Vale a pena sim. Sou um cara muito ligado a tudo isso e acho importante quando a história conta uma vantagem sua. inconscientemente o cara sabe e controla isso de uma forma intuitiva. Quando é favorável você tem que usar.

OTIMISTO MANTIDO

- Eu sou um cara otimista. Não fico batendo nas coisas ruins. Em toda a situação eu vou pelo lado bom e temos que ter como referência o jogo contra o Corinthians. Nós estamos num momento em que o emocional conta muito.

ESPÍRITO VENCEDOR

- Eu passo para eles que é um jogo de matar ou matar. Morrer não faz parte do nosso vocabulário. Se vier uma derrota nós voltamos a ocupar novamente uma zona desconfortável. Subimos de colocação porque de seis pontos nós fizemos quatro. Se fizermos quatro pontos nesses dois jogos, ficaremos muito próximos de sair da zona, além de ganhar moral para o restante dos jogos.  

FOCO NA VITÓRIA

- Eu acho que vergonha é sair de campo derrotado, que é o que mais sentimos no futebol. Quando nós temos uma estratégia de jogo de ir ao ataque, temos que ter cuidado na questão defensiva. Embora seja o último, o Coritiba tem alguns atletas que vão fazer o jogo ofensivo dentro de casa.

WALLYSON

- O Botafogo não vem atuado com o terceiro atacante na prática, mas a função do Wallyson tem sido muito mais tática. Contra o Corinthians ele marcou o Fagner até o final de campo. Eu prefiro que um atacante ou um meia faça uma função mais defensiva do que encher o time de volantes. Ele vem equilibrando o setor e, apesar de ter oscilado durante o campeonato, temos que ser justos e reconhecê-lo como a principal arma. Ele poderia ter feito mais gols, mas é a peça diferente no time.


CARLOS ALBERTO

- O Carlos Alberto está à disposição. Treinou normalmente ontem e hoje foi poupado da atividade. O Carlos Alberto, assim como outros experientes do elenco, tem um peso grande a partir do momento que são mais rodados no futebol. Esses atletas são aqueles que em determinados momentos passam a tranquilidade e tendem a serem mais presentes dentro de campo. Temos seis ou sete pilares e o Carlos Alberto faz parte disso também. Acredito que o Botafogo sai daqui mais fortalecido.

ANDRÉ BAHIA

- Eu não fico surpreso de saber que o André Bahia tem um peso no grupo. Ele vive dando exemplo no dia a dia dentro e fora de campo. Antes da saída do Dória já tinha mostrado que podia acrescentar. É um cara simples e muito identificado com esse momento do Botafogo, ele merece.

Confira a galeria de fotos do treino desta terça-feira na galeria de fotos de Vítor Silva/SSPress!



Marcos Silva