notícia

Santos 5 x 0 Botafogo

Time jovem se esforça e luta, mas perde na Copa do Brasil
Atualizado em 16-10-2014, 23:28

Um time repleto de garotos determinados e guerreiros, mas que não conseguiu evitar a saída da Copa do Brasil. O Botafogo enfrentou o Santos no Pacaembu e perdeu por 5 a 0. O Alvinegro jogou desfalcado e não contou com o goleiro Jefferson, o lateral-esquerdo Júnior César, o zagueiro André Bahia e o volante Airton.

- O Botafogo não fez um bom jogo, foi muito frágil em campo, teve setor defensivo modificado, muitos jovens... Domingo é outra situação e outro campeonato. Tem que jogar muito mais para vencer o Sport. Disse ao grupo para não baixar a cabeça porque temos que buscar forças. Domingo temos que entrar em campo, jogar bem, ganhar e ser super-herói novamente - afirmou o técnico Vagner Mancini.

As forças do Botafogo se concentram agora no Campeonato Brasileiro. O próximo adversário é o Sport, domingo, às 18h30, em Volta Redonda.

O JOGO

Um time com muitas mudanças e com uma missão muito complicada. Com o 3 a 2 para o Santos no Maracanã, o Alvinegro teria que vencer por dois ou mais gols de diferença para avançar na Copa do Brasil. Não deu. Raça não faltou, mas a adversidade ficou maior logo no começo.

Aos 5, Mena cruzou rasteiro pela esquerda e econtrou Gabriel na área, que adiantou a marcação e abriu o placar. Sem tempo para qualquer reação, o Botafogo sofreu o segundo gol. Lucas Lima cobrou escanteio, Andrey saiu mal e David Braz marcou de cabeça: 2 a 0 Santos.

Com o placar muito desfavorável, muitos poderiam imaginar um Botafogo entregue, o que não aconteceu. Mesmo desfalcado e com caras novas, o Alvinegro não entregou os pontos e atacou quando possível.

A primeira boa chance veio aos 15, com Wallyson. Rogério fez boa jogada pela direita e botou na área. O atacante virou um bonito voleio, que acabou sobre o gol santista.

O Santos não parou e voltou a criar novas chances. Aos 16, Gabriel teve chance diante de Andrey e o goleiro fez grande defesa. O Botafogo respondeu aos 33, em cobrança de falta colocada de Wallyson. A bola bateu na trave e voltou na cabeça de Bolatti, que mandou para fora.

Não era o dia do Botafogo e, mesmo aplicado, viu o Santos marcar mais uma vez no primeiro tempo. Aos 37, a defesa alvinegra vacila, Lucas Lima avançou em velocidade, tirou Andrey e fez o terceiro.

Na segunda etapa, Mancini sacou Yuri Mamute e colocou Zeballos em campo. Como no começo do jogo, o Santos voltou com força ofensiva e Andrey salvou as primeiras investidas. Aos 5, uma bomba de Lucas Lima, na sequência, outra bomba de Geuvânio, todas interceptadas pelo goleiro.

A melhor chance botafoguense no segundo tempo passou sobre o gol. Aos 13, Rogério serviu Zeballos na área e o chute forte saiu sem direção. A situação pirou aos 17, Andrey ainda fez grande defesa no primeiro lance, mas David Braz voltou a marcar e fez o quarto.

O quinto gol santista foi marcado por Geuvânio e só restava esperar o jogo acabar. Mancini ainda promoveu as entradas dos jovens Sidney e Andreazzi, que pelas circunstâncias do jogo, pouco puderam ajudar. No fim, o zagueiro Matheus foi expulso por falta dura em Rildo.

Com a saída da Copa do Brasil, o Alvinegro volta seus esforços totalmente para o Campeonato Brasileiro.

BOTAFOGO
: Andrey; Gabriel, Dankler, Matheus e Guilherme (Sidney); Rodrigo Souto, Bolatti, Ramírez e Wallyson (Andreazzi); Yuri Mamute (Zeballos) e Rogério.
Treinador: Vagner Mancini.

Marcos Silva