notícia

De olho no título

Estrangeiros reforçam o pólo aquático na Liga Nacional
Atualizado em 15-10-2014, 16h50

Nesta quarta feira (15/10), se inicia a VII Liga Nacional de Pólo Aquático, que será realizada no Rio de Janeiro e em São Paulo. Visando o êxito na competição, o Botafogo fez quatro contratações internacionais para melhorar ainda mais o time masculino.

Os novos atletas são: os americanos Robert Poynton e Kevin Oliveira, além do australiano Blake Edwards e o italiano Paulo Salemi. Com idades entre 21 e 24 anos, os jovens atletas que treinam desde os 10 anos, têm diferentes motivos para virem treinar no Rio.

O mais velho dos quatro, Robert, de 24 anos, jogava na Hungria, porém estava sem contrato nos últimos três meses, sendo assim, a proposta do Botafogo, apareceu em boa hora. Já Blake tinha muito interesse em conhecer a cidade, e esse período do ano na Austrália, há uma espécie de recesso, em que quase não há campeonatos. Por isso, a convocação alvinegra uniu o útil ao agradável.

O caso de Paulo e Kevin é um pouco diferente, os dois falam português, e já conheciam o país. Kevin explicou sua vinda para o Brasil.

- Eu nasci em Miami, mas meus pais são brasileiros. Eu jogava na universidade, lá nos Estados Unidos, mas vim para cá, para tentar jogar pela seleção brasileira - disse.

Paulo complementou.
- Eu também vim para tentar jogar pela seleção, já que sou brasileiro e italiano.

Por enquanto, o maior obstáculo para os recém-chegados é se adaptar ao fuso. Blake enfrentou 40 horas para chegar ao Rio e enfrenta uma diferença de 12 horas de fuso-horário. Quanto a língua, eles não tem tido muita dificuldade, já que a maioria da equipe fala inglês e, muitas vezes, Kevin e Paulo dão uma assistência.

Maria Gabriela Medeiros