notícia

Tudo ou nada

Com mudanças, Botafogo enfrenta o Santos para avançar na Copa do Brasil
Atualizado em 15-10-2014, 15:00

O ano do Botafogo é marcado por uma palavra: superação. Diante dos problemas, o Alvinegro tem se reinventado e já provou que pode crescer no momento da decisão. Na quinta-feira, o Glorioso enfrentará o Santos, no Pacaembu, no jogo decisivo das quartas de final da Copa do Brasil e terá de vencer por dois ou mais gols de diferença para avançar à semifinal.

Com uma classificação histórica por 4 a 3 diante do Ceará, no Castelão, o Fogão segue para São Paulo com a dura missão de reverter o placar adverso de 3 a 2 no Maracanã. O treinador Vagner Mancini não escondeu a dificuldade do desafio, mas reiterou sua confiança no time, que não terá André Bahia e Júnior César no jogo, ambos por questões médicas.

- Nesse jogo contra o Santos vamos ter que usar tudo que o futebol nos ensinou o tempo inteiro. Tem muita gente de fora e teremos que usar algumas peças que até então não tinham entrado ou que jogaram pouco. A confiança minha e da comissão técnica nesses atletas é total - disse Mancini.

A vitória no Campeonato Brasileiro diante do Corinthians serve como motivação. O placar pode até ser adverso contra o Santos, mas Mancini garante que não faltará empenho dos seus comandados em campo, principalmente pela oportunidade de avançar na Copa do Brasil.

- A Copa do Brasil nos da a possibilidade de terminar o ano de uma forma diferente. O torcedor gosta desse tipo de competição e infelizmente largamos em desvantagem, mas ainda temos a chance de reverter essa situação. O último jogo contra o Corinthians tem que servir como motivação e a equipe vem mostrando a cada dia que, além do aspecto da entrega, temos feito bons jogos e isso tem motivado o torcedor a acreditar que tudo é possível, inclusive avançar na Copa do Brasil - ressaltou o treinador.

Se algumas peças ainda se encaixam no quebra-cabeça de Mancini, um ponto não preocupa o comandante: o gol. Segundo o treinador, o Glorioso está bem servido no gol e quem entrar fará bem o seu papel.

- O goleiro é o que não me preocupa. O Helton fez um grande jogo contra o Corinthians, o Andrey retornou da seleção olímpica e o Jefferson volta depois de defender uma cobrança de pênalti do Messi - citou Mancini.

Focado na evolução do Botafogo no Campeonato Brasileiro para deixar a zona de rebaixamento, Mancini não esquece a Copa do Brasil e vê a classificação na competição como uma motivação a mais nas batalhas finais do Brasileirão.

- Eu acho que o fato de passarmos de fase na Copa do Brasil vai nos gerar um ânimo no Campeonato Brasileiro. Não acredito que uma eliminação vá nos ajudar. Mesmo que fisicamente ocorra um desgaste maior, acho que dará moral para o grupo e para aqueles que estão entrando - encerrou o treinador.

Confira a galeria de fotos desta quarta-feira nas imagens de Vítor Silva/SSPress!


Marcos Silva