notícia

Por uma nova fase

Matheus Menezes acredita que uma vitória pode mudar o rumo do Alvinegro
Atualizado em 09-10-2014, 12:13

O Botafogo se reapresentou na manhã desta quinta-feira no Stadium Rio após o revés por 1 a 0 diante do Palmeiras, no Maracanã. Antes de seguir para Manaus, onde enfrentará o Corinthians, no sábado, o zagueiro Matheus Menezes concedeu entrevista coletiva e destacou que uma vitória pode iniciar a reação e mudar a fase no Alvinegro.

- O clima não mudou, mas a questão é que todo mundo fica chateado com a situação. O presidente veio para nos dar força e não podemos baixar a cabeça agora. Um bom resultado contra o Corinthians muda as coisas e a fase vira. É possível ter um clima positivo de trabalho, falou o zagueiro Matheus.

Confira os principais trechos da entrevista coletiva de Matheus Menezes:

REVÉS PARA O PALMEIRAS

- Acho que foi um jogo muito disputado e infelizmente o Palmeiras conseguiu sair vencendo. Num jogo de nervosismo como esse, quem abre o placar larga na frente para vencer o jogo. Acho que a equipe poderia ter se saído melhor, mas agora é trabalhar e dar continuidade.

FORÇA PELA REAÇÃO


- Nos pegaremos a força que temos sempre no dia-a-dia. Cada um aqui tem o seu valor e ninguém caiu de para-quedas no Botafogo. Para chegar aqui tem que ter qualidade e vamos dar o nosso melhor para tirar o clube dessa situação.

OPORTUNIDADE NA ZAGA

- A gente não escolhe a oportunidade. Aparececeu agora e, independente da fase, vejo de uma forma positiva. Acredito que fiz dois jogos de nível regular para bom e espero ajudar o time.

SEQUÊNCIA SEM VITÓRIAS

- É difícil explicar os motivos das derrotas. Acho que em algumas partidas a equipe conseguiu se portar bem e acabou perdendo, mas talvez contra o Bahia, no Maracanã, tenha sido determinante pelo jeito que foi. Agora temos que nos unir para buscar o melhor na competição. o Botafogo tem total condição para chegar em Manaus e vencer o Corinthians.

COBRANÇA INTERNA

- O papo é muito direto. Tem a cobrança interna entre a gente, mas a comissão técnica está depositando toda a confiança no grupo. Também temos que convocar o torcedor, que está nos incentivando.

CALCULADORA NA MÃO

- Faltam onze jogos e temos que colocar na cabeça o que precisamos. Nosso pensamento é passo a passo e agora é o Corinthians. Andamos conversando e pode ser que com 44, 45 ou 46 pontos ficamos tranquilos.

JOBSON

- O grupo está vendo com bons olhos. Todo mundo está vendo o quanto o Jobson está se esforçando nos treinos. É um jogador que vai nos ajudar, é agudo e causa preocupação nos marcadores.

APOIO DO TORCEDOR

- O torcedor fica chateado pela situação que o time está vivendo, mas ontem deu para ver que eles se esforçaram e apoiaram ao máximo para nos ajudar dentro de campo. O torcedor está fazendo a parte dele, não está faltando força da torcida.

Veja a galeria de fotos do treino desta quinta-feira nas imagens de Vítor Silva/ SSPress!


Marcos Silva