notícia

Vitória 2 x 1 Botafogo

No Barradão, Alvinegro faz bom primeiro tempo e acaba superado no fim
Atualizado em 04-10-2014, 18:18

 

 

Um Botafogo disposto, aplicado e guerreiro. Apesar das mudanças, o Glorioso dominou o primeiro tempo, buscou o empate e acabou com o revés por 2 a 1 para o Vitória, neste sábado, no Barradão. Rogério marcou o gol alvinegro na partida.

Na 27ª rodada o Botafogo volta ao Maracanã, onde enfrentará o Palmeiras, quarta-feira, às 19h30, em novo confronto direto na tabela.

O JOGO

O Botafogo entrou em campo com um time mudado, mas determinado a reverter a situação incômoda no Campeonato Brasileiro. Na zaga, Dankler foi o escolhido para atuar ao lado de André Bahia, enquanto Régis fez sua estreia pelo Glorioso na lateral direita. Revelado no Alvinegro, Fabiano também começou jogando no novo esquema com três volantes.

No Barradão, o Botafogo começou melhor e não poupou disposição desde o começo. Com muitos erros de passe das duas equipes, Rogério foi o destaque e incomodou o adversário com as investidas em velocidade pela direita.

A primeira chance alvinegra foi aos 7. Rogério bateu cruzado e Mansur salvou com os pés. Outra chance de perigo surgiu aos 17, quando Zeballos cobrou falta rente a trave de Roberto Fernández.

Ligado no jogo, o Glorioso por pouco não abriu o placar aos 20. Junior Cesar foi esperto e cobrou rapidamente a falta e o lançamento encontrou Rogério, que tocou na saída do goleiro e viu Roger voltar, raspar o pé na bola e tirar o gol certo.

O Vitória teve sua única chance relevante aos 28, em cabeçada de Dinei, mas Dankler tirou de barriga e isolou o perigo para longe. Zeballos respondeu aos 38, em testada firme defendida em dois tempos por Fernández.

A raça aplicada no primeiro tempo quase virou vantagem aos 42. Régis cruzou na medida para Ramírez, que cabeceou no travessão. Zeballos brigou pelo rebote e fez novo levantamento para Ramírez, que não alcançou a bola.

No segundo tempo, um Vitória mais solto e perigoso no ataque. Aos 2, Andrey saiu do gol duas vezes e afastou o perigo para longe. Quando o Botafogo ainda se organizava, o árbitro marcou pênalti de DanKler, que teria colocado a mão na bola. Marcinho cobrou e colocou o Vitória na frente.

Com um placar injusto pelo que fazia na partida, o Botafogo seguiu pressionando e criando oportunidades. Aos 10, Rogério fez outro bom cruzamento na área, mas Rogério escorou fraco para o gol.

Rogério vinha fazendo uma boa partida e a recompensa veio aos 23. o atacante alvinegro pressionou a saída de bola de Fernández, que acabou trombando com Richarlyson no lance e a bola sobrou para o camisa 8, que escorou para o gol e deixou tudo igual: 1 a 1.

O Vitória não se acomodou e chegou perto do empate aos 26, em chute forte de Marcinho, mas Andrey saltou no canto esquerdo e evitou em grande defesa.

A situação voltou a ficar complicada aos 28, quando Edno cruzou para Marchinho, que cabeceou sem chances para Andrey: 2 a 1 Vitória.

Andrey ainda salvou o Botafogo em nova defesa, desta vez no chute forte de Edno. O Alvinegro tentou o empate até o último minuto, mas não conseguiu a reação. A próxima chance será na quarta-feira, diante do Palmeiras, no Maracanã.

BOTAFOGO: Andrey; Régis, Dankler, André Bahia e Junior Cesar; Airton, Fabiano(Carlos Alberto), Gabriel(Murilo) e Ramírez; Rogério e Zeballos(Wallyson).
Treinador: Vagner Mancini

Marcos Silva