notícia

Mudanças no futebol

Presidente Mauricio Assumpção explica rescisão contratual de quatro atletas
Atualizado em 03-10-2014, 12:15

Em entrevista coletiva no Stadium Rio, o presidente Mauricio Assumpção comunicou as rescisões contratuais dos atletas Bolívar, Emerson, Julio Cesar e Edílson, que não integram mais o elenco alvinegro. O presidente assumiu a responsabilidade da decisão e falou sobre o motivo das mudanças.

- Os quatro atletas terão os contratos rescindidos. Eu já vinha amadurecendo essa ideia há algum tempo e a tomei em conjunto com o Diretor de Futebol Wilson Gottardo. Ontem durante o dia comuniquei a algumas pessoas próximas a mim que tomaria essa decisão e no fim do dia liguei para o Gottardo para que não entendesse como  uma ingerência ao trabalho dele, mas como uma decisão do presidente durante um momento difícil do Botafogo no Campeonato Brasileiro. Pedi que passasse ao treinador e depois conversei com o Mancini. O advogado Aníbal Rouxinol já está conversando com os jogadores para acertar as rescisões - explicou Mauricio Assumpção.

Confira os principais trechos da entrevista coletiva:

QUESTÕES FINANCEIRAS

- Hoje tudo que acontece no Botafogo fica por conta da questão financeira, que não é uma exclusividade do clube. Na última semana foi visto que outros clubes passam por situações semelhantes. No Botafogo parece que isso é exclusividade e entendi que estava sendo usado como desculpa para outras coisas. Entendi que outras medidas deveriam ser tomadas. Normalmente se demite o treinador, mas não vejo dessa forma.

PERDAS NO TIME

- O único relacionado para o próximo jogo era o Bolívar, os outros estão lesionados. Hoje nós estamos rebaixados e quem é o responsável por isso sou eu como presidente do clube. Se sou o responsável, vou tomar as atitudes que entendo necessárias para não levar o Botafogo ao rebaixamento. É o que eu vou fazer nesse momento.

MOTIVAÇÕES PARA AS DISPENSAS


- Uma das questões é técnica. A produção de alguns jogadores dentro de campo não é compatível ao que vinha sendo dito. Essa é uma decisão hoje que é do presidente do clube, tanto que o Mancini conversou comigo e colocou o cargo dele à disposição. Eu não aceitei e disse a ele que não fizesse isso. Eu conto com ele para mudar essa situação e graças a Deus ele aceitou.

PROCEDIMENTO COM OS ATLETAS

- Todos eles foram contactados ontem a noite, exceto o Emerson. Todos eles receberam através de e-mail um documento semelhante ao que o Bolívar recebeu na primeira vez que isso aconteceu. Não era para os atletas terem se reapresentado aqui, mas eles entenderam assim e o fizeram.

DECISÃO DO PRESIDENTE

- Eu encaro como uma decisão da diretoria com funcionários do clube. A questão do Jefferson eu deixei muito claro, o próprio Jefferson disse há tempos atrás que sentia falta da diretoria até por cobranças. Em algum momento alguma coisa tinha que ser feita e eu repito, o único responsável sou eu. Vou tomar decisões que eu entendo que pode me tirar dessa situação. Essa decisão é minha e de mais ninguém. Se o Botafogo for rebaixado hoje a culpa é do presidente e ele tomou essa decisão para que novos líderes se apresentem e mostrem o seu valor. Se eu não tivesse confiança nesse elenco que está aí eu não tomaria essa decisão.

INDISCIPLINA DOS ATLETAS NEGADA

- Estamos rescindindo o contrato. Não é o Mancini que resolve, sou eu que vou decidir da forma que eu entendo melhor. O que eu não posso dizer é que teve indisciplina, mas tem discursos que na prática não são efetivos. Estavam colocando aqui a questão financeira como culpa de tudo, mas não é bem assim. Não tenho o que falar do comportamento deles com o elenco. A questão é de atitude, relacionamento e técnica. Se eu não tivesse essa convicção, não a tomaria.

Botafogo de Futebol e Regatas