notícia

Botafogo 2 x 3 Santos

Decisão da vaga para a semifinal da Copa do Brasil será no dia 16
Atualizado em 01-10-2014, 21h27

 

 

Tudo em aberto. O Botafogo chegou a estar perdendo por 3 a 1, correu atrás, diminuiu para 3 a 2 e lutou até o último minuto. Porém, foi derrotado por 3 a 2 pelo Santos, nesta quarta-feira, no Maracanã, pelas quartas de final da Copa do Brasil. A definição da vaga ficou para o dia 16, na Vila Belmiro.

Antes, o Botafogo tem como próximo adversário o Vitória, sábado, no Barradão, pelo Campeonato Brasileiro.

O JOGO

No duelo que abriu a série decisiva, o Botafogo começou melhor. Com mais posse de bola, era o Glorioso quem atacava e tinha chances. Aos 3, Ramírez pegou sobra na área, podia bater, optou pelo drible primeiro e foi travado. Pouco depois, Dankler cabeceou por cima após escanteio. Já aos 18, em bela trama ofensiva, Junior Cesar cruzou, Ramírez ajeitou e Wallyson bateu para boa defesa de Vladimir.

O jogo era estudado, até sair o primeiro gol. Após uma saída errada, Robinho recuperou, tabelou com Leandro Damião e bateu sem chances para Jefferson, abrindo o placar aos 25.

Entretanto, o Botafogo não desistiu e foi atrás do empate. O time conseguiu logo no minuto seguinte. Wallyson dominou a bola na área, protegeu e rolou para Gabriel finalizar colocado, no ângulo e fazer um golaço.

Era para o jogo voltar a ter equilíbrio, mas novamente foi o Santos que ficou na frente. Aos 28, Robinho fez boa jogada individual pelo meio e tocou com categoria para marcar: 2 a 1. O Botafogo, aos 30, chegou a fazer outro gol, porém havia impedimento de Ramírez.

O que era ruim ficou pior ainda no primeiro tempo. Com dores, Emerson teve de ser substituído, Geuvânio marcou o terceiro aos 42 e, no mesmo lance, Jefferson teve um problema na mão esquerda. Zeballos e Andrey entraram.

Com a desvantagem de 3 a 1, o Botafogo tinha de buscar gols pensando no confronto de 180 minutos. Rogério, pela esquerda, deu duas pedaladas e finalizou colocado, com perigo. Mas foi Zeballos quem marcou. Aos 11, ele aproveitou cruzamento de Wallyson e mandou para a rede, para diminuir.

O Santos, de forma inteligente, recuou para fechar os espaços e jogar nos contra-ataques. Assim, dificultou a partida para o Botafogo, que não desistia e tentava de todas as formas. Aos 31, Rogério cruzou fechado e quase enganou Vladimir, que espalmou por cima. Na sequência, do outro lado, Robinho ficou livre, tentou driblar Andrey, mas o goleiro alvinegro fez ótima intervenção.

Perto do fim, Robinho foi expulso corretamente. O Botafogo já estava bastante desgastada, mas mostrava fibra e se lançava ao ataque. Wallyson e Rogério tiveram oportunidades na entrada da área e bateram para fora. Aos 46, de novo Rogério, ele cortou para a esquerda e finalizou para defesa de Vladimir. Na última chance, Zeballos chutou colocado, mas errou o alvo.

A definição da vaga ficou para o dia 16, na Vila Belmiro.

GALERIA DE FOTOS



BOTAFOGO:
Jefferson (Andrey), Dankler, Bolívar, André Bahia e Junior Cesar; Airton (Bolatti), Gabriel e Ramírez; Rogério, Wallyson e Emerson (Zeballos). Técnico: Vagner Mancini.

Danilo Santos