notícia

Alegria em dobro

Na Taça Rio, Sub-17 derrota Duque de Caxias por 3 a 1 e segue líder; Sub-15 também vence
Atualizado em 20-09-2014, 21:00

Sob os olhares do presidente Mauricio Assumpção e do Gerente Geral da base Ney Souto, as equipes da Escola de Futebol alvinegra brilharam neste sábado, no CEFAT, em Várzea das Moças. No primeiro jogo do dia, o Sub-17 venceu o Duque de Caxias de virada por 3 a 1 com gols de Lima, Matheus Fernandes e Lucas Lopes. Na partida seguinte, foi a vez do Sub-15 triunfar pelo placar de 1 a 0. Gol solitário de Wendell.

Com o resultado, o Sub-17 alvinegro segue na liderança isolada da competição com 2 pontos a frente do segundo colocado. Já a garotada do Sub-15 segue em quinto lugar empatado com outros dois adversários na briga pelo G4, ficando fora apenas pelo saldo de gols. Ambas as equipes na próximo sábado fazem o clássico contra o Flamengo, na Gávea.

De virada, Sub-17 vence o Duque de Caxias por 3 a 1 e continua como líder invicto na Taça Rio


Em bom momento na competição, o pré-jogo passado aos meninos pelo comandante Felipe Conceição foi baseado na motivação de se manter como líder e na importância do resultado positivo sobre a boa equipe do Duque de Caxias. E sem duvidas, a equipe alvinegra abraçou as palavras ditas por seu treinador.

O início de partida foi equilibrado. O Glorioso tentou agredir o adversário indo para cima e o Duque de Caxias se fechou para responder através de contra-ataques. A equipe caxiense foi a primeira assustar em um chute forte de longe que acertou a trave de Victor. No minuto seguinte, o Alvinegro respondeu na falta de Lyanco que desviou na barreira e saiu em escanteio.

Com o jogo amarrado, as alternativas dos times eram os remates de fora da área. Ion e Lucas Campos por duas vezes arriscaram, o Duque de Caxias também tentou, sem sucesso. Mas ao fim do primeiro tempo, o time visitante abriu o placar. Em um lançamento longo, o atacante caxiense tocou por cobertura na saída de Victor e fez. 1 a 0 para eles.

Mesmo com o baque sofrido antes do intervalo, o time usou a conversa do vestiário para acertar o que faltava e voltar firme. Aos 3, escanteio na área, Lyanco subiu bem e testou mas parou na grande defesa do arqueiro. Aos 11, Lucas Campos foi derrubado dentro da área, o árbitro assinalou pênalti convertido por Lima com categoria. 1 a 1 no placar!

Após levar o gol de empate, o Duque de Caxias perdeu força e a equipe alvinegra se aproveitou. Aos 15, Lucas Campos fez linda jogada individual e quase marcou um golaço mas zaga afastou em cima da linha. Coube ao volante alvinegro e da Seleção Brasileira, Matheus Fernandes fazer o gol da virada do Fogão após falta cobrada por Lima. 2 a 1.

Em desvantagem no placar, a equipe caxiense se desequilibrou  e perdeu dois atletas expulsos. O técnico Felipe Conceição fez uma alteração, botou Lucas Lopes no jogo. O atacante entrou levando perigo ao adversário em dois lances de longe. Aos 45, Lyanco fez laçamento longo, Paulinho na área ajeitou de cabeça e Lucas Lopes empurrou para o fundo do barbante selando a vitória alvinegra.

Apito Final. O Glorioso segue firme e forte como líder invicto do segundo turno do campeonato e já volta os olhos para o clássico importante na próxima rodada.

Botafogo: Victor; Cassiano, Lyanco, Luca(Erik) e Zyan; Matheus Fernandes, Alison(Paulinho), Ion(Rickson) e Lima(Mateus Jorge); Lucas Campos e Luis Henrique(Lucas Lopes).
Técnico: Felipe Conceição

Sub-15 derrota o Duque de Caxias por 1 a 0 e continua na briga pelo G4 na Taça Rio

Como atual campeã do primeiro turno, a equipe Sub-15 do Fogão é olhada por todos os adversários como time a ser batido e dessa vez não foi diferente. Do outro lado, o Duque de Caxas, uma equipe forte com uma proposta de jogo baseada em muita marcação.

Mesmo encontrando dificuldades em chegar ao gol caxiense, o Glorioso conseguiu assustar após um escanteio com Michel. O zagueiro cabeceou bem e acertou a trave no início de partida. Monteiro ainda teve duas oportunidades de marcar na primeira metade da etapa inicial mas foi parado pelo goleiro adversário.

Já com o controle das ações ofensivas, o Alvinegro seguiu tentando marcar. Aos 35, Matheus Bastos fez boa jogada pela esquerda, cortou para o meio e finalizou com perigo para fora. Mas o gol alvinegro só saiu aos 37 com Wendell. Após boa jogada de Willian pelo lado direito, Wendell apareceu para completar o cruzamento e botar o Fogão na frente. 1 a 0.

Na volta do intervalo, o treinador Phelipe Leal cobrou o mesmo espírito do primeiro tempo e a equipe veio ao ataque. Wendell teve a chance de ampliar aos 11 mas desperdiçou. No minuto seguinte, Bruno Ribeiro arriscou um remate forte de longe mas a bola passou sobre o gol.

Com o passar do tempo, a equipe alvinegra tentou administrar a vantagem mas o Duque de caxias veio para cima e teve duas chances perigosas para empatar. Já no fim, Wendell e Matheus Costa ainda tiveram duas oportunidades para ampliar mas não conseguiram finalizar com precisão.

Fim de jogo. Vitória importante rumo longa caminhada rumo a busca da conquista do título carioca de forma direta.

Botafogo: Julio Cesar; Willian, Michel, Paulo César e Siqueira(Caio Alexandre); Guga, Bruno Ribeiro, Pedrinho(Matheus Costa) e Matheus Bastos(Magno); Wendell(Coutinho) e Monteiro(Alexandre).
Técnico: Phelipe leal

Fabio de Paula