notícia

Cuidado de ponta

Departamento Médico inova com tratamento por ondas de choque e colhe resultados
Atualizado em 08-09-2014, 12:07

O Botafogo segue inovando com os cuidados para a prevenção e recuperação de lesões em seus atletas. Diante de um calendário de jogos cada vez mais apertado, o Departamento Médico Alvinegro, através do seu Coordenador Rodrigo Kaz, trouxe para o clube um tratamento inovador e moderno chamado de T.O.C (Tratamento por Ondas de Choque), que atua no tratamento de tendinites, pubalgias, fascites plantares e dores musculares. A técnica realizadas pelos próprios profissionais do clube conta com a aceitação dos atletas e rende resultados.

Frequentemente sujeitos a dores, inflamações e lesões, os atletas podem sofrer alterações na performance em campo, além de possíveis afastamentos para tratamentos e repousos. Aliado a isso, os profissionais convivem com a intensa carga de treinamentos e o calendário apertado de jogos. Para melhorar esse cenário, os médicos do Glorioso realizam o T.O.C, que não é invasivo, pode ser feito no próprio clube e tem duração média de 30 minutos por sessão.

Com a missão de tentar otimizar a performance dos atletas, o Departamento Médico alvinegro trabalha há dois anos com o moderno Tratamento por Ondas de Choque, que atua principalmente  em casos de tendinites do Tendão Patelar e de  Aquiles, pubalgias e  fascites plantares, que são muito dolorosas e limitantes em alguns casos. Com resultados satisfatórios, o Coordenador do Departamento Médico, Dr. Rodrigo Kaz, falou sobre os benefícios da técnica.

- Comecei a utilizar o TOC em 2007 em atletas olímpicos e em corredores com grande sucesso.  Já no Botafogo, temos tido excelentes resultados com redução do tempo de afastamento e grande aceitação de atletas - disse o ortopedista e coordenador Médico Rodrigo Kaz.

Um dos recentes casos de sucesso é o atacante Emerson Sheik, que segue tratando uma inflamação crônica e dolorosa no pé com o T.O.C e já apresentou considerável melhora. No jogo diante do Ceará, que garantiu a classificação na Copa do Brasil, Emerson resistiu e atuou os 90 minutos. Atletas como Marcelo Mattos, André Bahia, Edílson e Bolívar também já foram beneficiados com o tratamento.

- Em 2014 solidificamos a nossa parceria com a Ecomed, que é a importadora nacional do equipamento Swiss DolorClast usando no mundo inteiro. Clubes como o Barcelona, AC Milan e Liverpool já utilizam este tratamento há alguns anos, e somos pioneiros como o primeiro clube brasileiro a ter este aparelho de tecnologia suiça nas suas próprias instalações. Além de evitar o deslocamento para clínicas ou hospitais, outra vantagem é que as sessões são conduzidas pelos médicos do clube, que são capacitados no método e conhecem as particularidades dos atletas - ressaltou Rodrigo Kaz.T.O.C - Tratamento por Ondas de Choque
   Dr. Gustavo Dutra, médico alvinegro, realizando sessöes de T.O.C nos atletas antes da histórica
   classificação na Copa do Brasil. Os atletas tiveram participação decisiva e jogaram os 90 minutos. 

Assessoria de Imprensa