notícia

Chance para a reação

Bem na estreia, Ramírez vê jogo contra o Flu como motivador para voltar a vencer
Atualizado em 12-08-2014, 18:40

 O Botafogo voltou a treinar nesta terça-feira após a derrota contra o Atlético Paranaense, na Arena da Baixada. Na entrevista coletiva, Ramírez atendeu a imprensa e analisou sua estreia com a camisa alvinegra. O meia peruano falou sobre o momento da equipe no Campeonato Brasileiro e considera o clássico contra o Fluminense, no próximo domingo, em Brasília, como uma oportunidade para o Botafogo, 17º colocado, deixar a zona de rebaixamento.

- Não foi o resultado que precisávamos diante do Atlético e pessoalmente acho que fui bem. Vinha sem jogar há quase dois meses e atuei os 90 minutos. O começo do jogo não foi muito bom para mim, mas depois fui me acertando e acredito que fiz uma boa partida. O Atlético tem um time de muitos garotos, com muita dinâmica e acho que a gente se posicionou bem dentro do campo. Tomamos um gol no fim do primeiro tempo e seria melhor que tivesse terminado 0 a 0. No segundo tempo foi melhor, mas não deu. Buscamos o empate e acabamos tomando o segundo gol por consequência da saída para o jogo. Perder por um ou por dois não faz muita diferença - disse Ramírez.

Com os resultados da 14ª rodada, o Botafogo entrou na zona de rebaixamento e ocupa a 17ª colocação. No dia em que o clube completa 110 anos de futebol, Ramírez acredita que a paixão pelo futebol e a satisfação em defender as cores do Glorioso podem ajudar o time a deixar a posição desconfortável na tabela.

- Eu sou um cara com experiência e joguei por vários times, além da minha seleção. Sei que a situação não é uma das melhores e temos que dar o máximo para superar. Vim para ajudar, quero que os companheiros se contagiem e que remem todos para o mesmo lado. Sentimos que o momento do Botafogo não é bom, mas somos apaixonados por jogar futebol e não vamos deixar isso para tás. Não é o melhor clima. O torcedor está feliz por mais um ano de existência de um clube muito grande. São momentos desencontrados, mas o torcedor de verdade sabe que todos aqui estão fazendo o máximo para mudar as coisas - acredita o meia Peruano.

Para o clássico contra o Fluminense, duas perdas são confirmadas. Dória e Emerson, suspensos, desfalcarão a equipe. Diante do adversário embalado no Campeonato Brasileiro, o Botafogo tem a missão de reencontrar a vitória. Ramírez vê o jogo com bons olhos e vê uma vitória no clássico como uma ótima oportunidade para alavancar uma sequência positiva.

- Tudo fica menos complicado se o time vem jogando junto, mas são circunstâncias que tem acontecido, com alguns machucados ou suspensos. Mas o Mancini está tentando acertar o time o mais rápido possível para alcançarmos o que precisamos. Acho que é circunstancial (zona de rebaixamento). Ninguém quer estar nessa posição, mas independente disso, clássico é clássico. Vamos ter uma semana para trabalhar, ajustar e um clássico pode mudar muita coisa. Se ganharmos podemos até sair dessa situação - pensa o camisa 14.

O Botafogo volta a treinar nesta quarta-feira, às 15h, no Stadium Rio. Na 17ª colocação, a equipe segue treinando para enfrentar o Fluminense, domingo, às 18h30, no Estádio Mané Garrincha, em Brasília, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Marcos Silva