notícia

Botafogo 2 x 1 CSA!

Com apoio da torcida e gol de Igor Cássio, Fogão vence e vai a 33 pontos
Atualizado em 21-10-2019, 22:00

 
 

Valeu, Fogão! Com gol decisivo de Igor Cássio e o apoio da torcida, o Botafogo venceu o CSA por 2 a 1 no Estádio Nilton Santos e chegou a 33 pontos no Campeonato Brasileiro! O outro gol foi em chute de Luiz Fernando desviado por Luciano Castán.

O próximo adversário é o Grêmio, domingo, em Porto Alegre.

O JOGO

Desde o primeiro minuto deu para ver um Botafogo ligado, intenso e forte. Na saída de bola, a jogada ensaiada terminou em finalização de Victor Rangel de cabeça para fora. Aos 4 minutos, Leo Valencia cobrou falta na barreira

A pressão inicial surtiu efeito aos 15! Luiz Fernando fez boa jogada pela direita e bateu forte cruzado, contando com desvio em Luciano Castán para abrir o placar! Botafogo 1 x 0 CSA!

Marcelo e Cícero assustaram o goleiro adversário, Luiz Fernando finalizou uma rente à trave, mas o CSA cresceu no fim do primeiro tempo. Apodi e Dawhan obrigaram Gatito a fazer boas defesas.

Na etapa final, o Botafogo quase ampliou aos 5. João Paulo fez boa jogada, armou, tocou para Leo valencia e resvalou para Victor Rangel, na área, finalizar e ver o goleiro fazer um milagre. 

O grande susto veio aos 20. Após cruzamento na área, pênalti marcado para o CSA. Ricardo Bueno converteu e empatou o jogo.

Mas durou pouco a igualdade no placar. Aos 24, Gabriel fez lançamento espetacular, Igor Cássio dominou e bateu forte para o gol! Botafogo 2 x 1 CSA!

O CSA teve João Vitor expulso aos 33 por falta forte em Diego Souza e não teve mais forças para reagir. O Botafogo esteve perto do terceiro, com Igor Cássio, Valencia e Marcinho, mas não ampliou. No último lance, Apodi ainda finalizou cruzado para fora, mas não tinha jeito. A vitória do Fogão já estava garantida!

GALERIA DE FOTOS (Vitor Silva / Botafogo)

Botafogo x CSA - 21/10/2019  

BOTAFOGO: Gatito, Marcinho, Marcelo (Kanu), Gabriel e Yuri; Cícero (Rickson), João Paulo, Leo Valencia e Luiz Fernando (Igor Cássio); Diego Souza e Victor Rangel. Técnico: Alberto Valentim. 

Danilo Santos