notícia

Botafogo 1 x 2 São Paulo

Fogão perde no Estádio Nilton Santos e segue com 27 pontos no Brasileiro
Atualizado em 21-09-2019, 13:00

 
 

O Botafogo fez jogo equilibrado com o São Paulo, teve oportunidades, mas acabou castigado no fim. Com um gol de Pablo nos acréscimos, o Fogão perdeu por 2 a 1 no Estádio Nilton Santos, neste sábado, e seguiu com 27 pontos no Campeonato Brasileiro. 

O próximo adversário é o Bahia, quarta-feira, em Salvador.

O JOGO

O equilíbrio deu o tom no Estádio Nilton Santos, em um jogo que o empate seria o resultado mais justo. O primeiro tempo foi animado, com intensidade, gols e chances construídas.

Houve alternância no domínio do jogo. No início o Botafogo tentou uma pressão, com finalizações de Gabriel e Victor Rangel para fora. O São Paulo respondeu com chutes de Toró por cima e de Reinaldo para boa defesa de Gatito.

Novamente o Botafogo. Bochecha teve duas oportunidades, mas parou em Tiago Volpi. Tche Tche finalizou e Gatito defendeu mais uma. 

Em um jogo de chances para os dois lados, o São Paulo marcou o primeiro gol. Hernanes invadiu a área driblando e finalizou cruzado, de esquerda, sem chances para Gatito, aos 36. 

Apesar de ameaçado em uma cabeçada de Pablo na trave, o Botafogo foi para cima e empatou. Aos 35, Luis Fernando fez boa jogada pela esquerda, Bochecha deu passe inteligente, João Paulo dominou, avançou e concluiu no canto! Botafogo 1 x 2 São Paulo!

Na etapa final, o ritmo do jogo mudou. O São Paulo controlou mais o jogo, mesmo sem ter tantas chances. Quando arriscou, com Daniel Alves e Reinaldo, Gatito fez boas defesas.

O Botafogo chegou com Leo Valencia e Rodrigo Pimpão, mas sem sucesso. As finalizações ou foram para fora ou pararam em Tiago Volpi.

Quando parecia que o empate seria o placar final, o São Paulo achou um gol nos acréscimo, com Pablo, dando números finais à partida.

GALERIA DE FOTOS (Vitor Silva / Botafogo)

Botafogo 1 x 2 São Paulo - 21/09/2019  

BOTAFOGO: Gatito, Fernando, Marcelo, Gabriel e Gilson; Cícero, João Paulo e Bochecha (Leo Valencia); Marcinho, Luiz Fernando (Alan Santos) e Victor Rangel (Rodrigo Pimpão). Técnico: Eduardo Barroca.

Danilo Santos