notícia

Botafogo 0 x 1 Santos

Arbitragem erra feio e Fogão perde no Nilton Santos pelo Brasileiro
Atualizado em 21-07-2019, 12:55

 
 

O Botafogo lutou, fez jogo duro, teve oportunidades, mas foi prejudicado pela arbitragem de forma decisiva e acabou derrotado por 1 a 0 pelo Santos, neste domingo, no Estádio Nilton Santos. O árbitro Heber Roberto Lopes errou feio ao expulsar Gilson em lance em que sequer houve falta. O Glorioso segue com 16 pontos no Campeonato Brasileiro.

O próximo adversário na competição é o Flamengo, no próximo domingo, no Maracanã. Antes, o time volta suas forças para a CONMEBOL Sul-Americana, na qual enfrenta o Atlético-MG, quarta, no Estádio Nilton Santos.

O JOGO

O primeiro tempo foi movimentado, intenso e dinâmico, com duas equipes com gosto pela bola. Ambas tiveram oportunidades, mas as defesas prevaleceram.

Quem chegou primeiro foi o Santos, em finalização de Uribe espalmada por Gatito. Aos 13 minutos, Marcinho arriscou de fora da área e errou o alvo. Aos 17, Erik ia entrar em alta velocidade e foi derrubado por Lucas Veríssimo, que receveu cartão amarelo. 

No lance mais claro para o Botafogo, aos 27, Alex Santana recebeu na intermediária ofensiva, ajeitou para a esquerda e bateu firme, para grande defesa de Everson. Já aos 31, foi Cícero quem finalizou, por cima.

O Santos voltou a ameaçar em dois chutes de Soteldo, um parou em Carli, o outro saiu rente à trave. O Botafogo respondeu em boa arrancada de Alex Santana, que terminou em finalização de Luiz Fernando prensada com a zaga. 

Na etapa final, o Botafogo logo ficou com um jogador a mais. Arrancada de Gilson só parou em falta de Lucas Veríssimo e, consequentemente, no segundo cartão amarelo, aos 3 minutos.

O Botafogo passou a chegar mais, porém pecar na última bola. Aos 5, Marcinho cruzou, Erik quase domingou na área. Aos 11, Marcinho lançou por cima, Luis Fernando driblou o goleiro e rolou para trás, Erik tentou cruzar, mas a zaga cortou. 

Eduardo Barroca fez alterações ofensicas, com as entradas de Victor Rangel e Rodrigo Pimpão. Aos 22, este último fez cruzamento perigoso, mas a defesa cortou antes da finalização de Carli. 

No entanto, tudo mudou aos 24, quando o árbitro Heber Roberto Lopes errou de forma absurda. Em lance que Marinho tentou o drible e escorregou, o juiz marcou falta de Gilson e expulsou o lateral. Marinho, que reclamou de forma grosseira, sequer foi punido com amarelo. 

Na cobrança de falta, Marinho parou em boa defesa de Gatito. Porém, aos 29, acertou uma bomba de fora da área e abriu o placar. Tirou a camisa para comemorar e, só então, recebeu o cartao amarelo. Poderia ser o vermelho.

O Botafogo tentou a pressão, teve uma chance em cabeçada de Pimpão para fora, foi ameaçado nos contra-ataques e viu Gatito tiras duas bolas perigosas. 

Em um jogo de seis substituições, expulsão e até entrada de carrinho maca em campo, o árbitro deu apenas três minutos de acréscimo. O Botafogo ainda quase chegou ao empate, em finalização de Rodrigo Pimpão na rede pelo lado de fora, mas não teve jeito.

GALERIA DE FOTOS (Vitor Silva / Botafogo)

Botafogo 0 x 1 Santos - 21/07/2019

BOTAFOGO: Gatito, Marcinho, Joel Carli, Gabriel e Gilson; Cícero, João Paulo e Alex Santana (Victor Rangel); Luiz Fernando (Rodrigo Pimpão), Erik e Diego Souza (Jonathan). Técnico: Eduardo Barroca.

Danilo Santos