notícia

Justa homenagem

Botafogo agradece a Coimbra, doador da estátua do Manequinho
Atualizado em 26-06-2014, 13h48

Momentos antes de o Botafogo conquistar o bicampeonato carioca 89-90, o alvinegro José de Almeida Coimbra doou uma réplica da estátua do Manequinho, um dos símbolos do Glorioso que havia sido roubado de General Severiano. Quase 24 anos depois, ele voltou ao local para receber uma justa homenagem do Botafogo, representado pelo presidente Mauricio Assumpção e pela Diretora Social Cristina Aranha.



"É um orgulho, uma honra, uma emoção poder fazer essa homenagem. O Manequinho é um simbolo do clube, tem enorme identificação. E isso só aconteceu por causa de um botafoguense dedicado, apaixonado, que nos doou essa preciosidade. Muito obrigado pelo senhor existir, e muito obrigado pelo o que você fez", agradeceu o presidente Mauricio Assumpção, reunido em frente à estátua com familiares e amigos de Coimbra, entre eles Célio Pinto de Almeida.

Em seguida, Assumpção e Cristina Aranha entregaram uma placa em homenagem a Coimbra, como forma de retribuir o seu gesto generoso. "É uma emoção enorme que até fico sem palavras", comentou.

A homenagem terminou com Coimbra sendo apresentado ao Tour do Manequinho, uma visita guiada pelo clube que carrega o nome da estátua doada por ele.

Confira abaixo uma galeria especial de fotos da homenagem!

Assessoria de Imprensa