notícia

É campeão!

Botafogo vira pra cima do Olympico e leva o título da Copa Brasil Sub-13
Atualizado em 07-07-2018, 18:30

Com uma virada emocionante, o Botafogo conquistou o título da Copa Brasil Sub-13 na tarde deste sábado, em General Severiano. A equipe venceu o Olympico por 73 a 65 e confirmou a campanha invicta no torneio. O Vice-Presidente de Esportes Gerais compareceu ao Ginásio Oscar Zelaya e foi responsável pela entrega do troféu.

Os postulantes ao título começaram o jogo com nervos a flor da pele e incendiando o Oscar Zelaya. Com muita aplicação defensiva, os ataques tiveram dificuldades no primeiro quarto, e Olympico venceu por 9 a 7. A tônica da partida mudou completamente no segundo período e os times partiram para um jogo aberto. Porém, o Botafogo não fez um bom início de etapa, viu os mineiros abrirem vantagem de 20 pontos e engrenou apenas nos últimos minutos, para terminar 13 pontos atrás. 

Buscando a marcação alta, os atletas do técnico Eduardo Monteiro mostraram muita disposição e tiraram 10 pontos em três minutos de jogo. No ritmo de Túlio e João Pedro, que batiam pra dentro da marcação e incendiavam o Oscar Zelaya, o Alvinegro começou o último quarto assumindo a liderança do placar. Em trocas constantes, os meninos alvinegros não diminuíram a intensidade nas transições e abriram 7 de vantagem a menos de três minutos do fim. Com muita paciência e frieza de veteranos, os alvinegros gastaram o tempo, aproveitaram os espaços na defesa mineira quando pressionados e fecharam o placar em 73 a 65. 

P_20180707_170143

De volta ao Clube após seis anos, Eduardo Monteiro se emocionou com a conquista do seu time, agradeceu o empenho de seus atletas e fez questão de lembrar de Aloysio, ex-técnico da equipe, que faleceu no fim do ano passado.

- É uma emoção muito grande voltar ao Botafogo, onde já tinha conquistado títulos na base e passei 15 anos, vencendo uma Copa Brasil. Esses garotos são sensacionais, muito disciplinados, comprometidos e ainda existe muito do trabalho do Aloysio neles. Mostraram isso durante toda a competição e hoje não foi diferente, principalmente na retomada para segundo tempo. O basquete é assim, tem horas que o time sai do jogo e horas que volta, porém tivemos cabeça para não deixar tudo ir por água a baixo no momento ruim e voltamos como se fosse outra partida. Todos estão de parabéns! 

 

Walner Junior