notícia

Cruzeiro 1 x 0 Botafogo

Fogão perde no Mineirão. Próximo adversário no Brasileiro é o Fluminense
Atualizado em 06-05-2018, 17h54

 

 
 

O Botafogo lutou muito, fez jogo equilibrado e foi superado no detalhe. Com gol de Dedé, o Fogão perdeu por 1 a 0 para o Cruzeiro, neste domingo, no Mineirão, e se manteve com 5 pontos no Campeonato Brasileiro.

O próximo adversário na competição é o Fluminense, na outra segunda-feira, no Estádio Nilton Santos. Antes, o time volta o foco para a Copa Sul-Americana, na qual enfrenta o Audax Italiano nesta quarta, no Nilton Santos.

O JOGO

Jogo grande no Mineirão, dois campeões estaduais, camisas de peso. Apesar de estar fora de casa, o Botafogo não jogou retraído nem esperando adversário. Atuou como de costume, com posse de bola, movimentação e marcação adiantada. 

Verdade que a primeira chance foi do Cruzeiro, com Lucas Romero batendo para defesa de Jefferson. Mas o Botafogo fez boa etapa inicial, criou chances e foi perigoso. Aos 5, o time roubou bola no ataque, Brenner finalizou colocado, por cima. Já aos 19, Leo Valencia cobrou falta e acertou o travessão.

Do lado da equipe mandante, a melhor arma eram os chutes de Thiago Neves de longe. Um foi sobre o alvo, outro parou em boa defesa de Jefferson. O goleiro também apareceu ao pegar com segurança voleio de Arrascaeta. Já o Botafogo, quando saiu em velocidade, teve Renatinho invadindo e recebendo falta clara de Léo na entrada da área, mas o juiz não marcou.

No segundo tempo, o jogo começou morno, mais estudado. O Botafogo teve o primeiro bom lance, quando Valencia lançou, Gilson cruzou rasteiro, Fábio tocou, a bola bateu em Brenner e saiu. Em outra oportunidade, Renatinho arriscou, com desvio, e arrumou escanteio. 

Porém, o Cruzeiro começou a arriscar mais e sair para o jogo. Dedé de cabeça por cima, Raniel parando em Jefferson, Arrascaeta para fora, Rafinha para grande defesa de Jefferson: foram diversas chances. 

Até que o gol saiu na bola parada. Após escanteio cobrado da esquerda, Dedé subiu muito e cabeceou para abrir o placar, aos 26. 

O Botafogo tentou buscar o empate, finalizou com Renatinho para defesa de Fábio e Brenner de cabeça para fora. Na melhor chance, aos 47, após cruzamento da esquerda de Gilson, Dedé tocou com o braço para trás e Fábio espalmou. Fim de jogo no Mineirão.

BOTAFOGO: Jefferson, Marcinho, Joel Carli, Rabello e Gilson; Rodrigo Lindoso (Kieza), Matheus Fernandes e Renatinho; Leo Valencia (João Pedro), Rodrigo Pimpão (Luiz Fernando) e Brenner. Técnico: Alberto Valentim.

Danilo Santos