notícia

Guerreiros

Valentim destaca reação do time e comemora classificação para a final
Atualizado em 22-03-2018, 01h01

O presente de aniversário de Alberto Valentim chegou rápido. Aniversariante desta quinta-feira, ele começou o seu dia comemorando a vitória por 3 a 2 do Botafogo sobre o Vasco, que valeu a classificação para a final da Taça Rio. 

O treinador elogiou o time pela reação, admitiu a necessidade de melhora e projetou a decisão. Confira os principais trechos:

EVOLUÇÃO

- Vi um Botafogo melhor em relação ao primeiro tempo de domingo. Nos posicionamos melhor na fase ofensiva, precisávamos corrigir isso. Entramos em desvantagem, o Vasco conseguiu a virada com dois gols de bola parada. A gente não se perdeu. Pedi para que isso não acontecesse, e conseguimos buscar o terceiro gol com calma. Tem que ter um time aguerrido e organizado. Em vez de fazer o gol, acabamos tomando se estiver desorganizado. Que são guerreiros, eu não estou mentindo. É preciso máximo de organização possível.

REAÇÕES DA TORCIDA

- (O Igor Rabello) Não se abateu. O Botafogo tomava muitos gols de bola parada, hoje aconteceu duas vezes. Está aí a prova de que precisamos melhorar. Carli é um jogador pedido pela torcida, citado por vocês da imprensa. Vou precisar muito dele. Vocês conhecem o Joel mais do que eu. Quando tiver a oportunidade, vai dar conta do recado.

MARCELO NO MEIO

- O Marcelo precisa melhorar, sem dúvidas. Não vinha jogando, precisa de ritmo de jogo. Depende muito, além da posição dele, mas por características, precisa muito da condição física. Com isso vai conseguir ser mais sereno. Vai fazer a bola chegar no nosso camisa 10.

"DIVIDIDA" COM THIAGO GALHARDO

- É a vontade de ganhar. Achei que ele fosse parar. Se vocês pegarem outros lances, eu fiz isso de buscar a bola. Pedi desculpa ao árbitro e para ele também. Tinha que fazer leitura de que ele não poderia frear. Já fiz em outros jogos com intenção de voltar. Às vezes me perco, sinceramente saio ali, mas é para conseguir passar informações em que meu grito não chega ao jogador. Repito: pedi desculpas ao Galhardo e ao juiz.

OPÇÕES OFENSIVAS

- Luiz (Fernando) precisa perder essa timidez para jogar. Brenner observo muito nos treinos que ele sabe vir buscar essa bola, sabe fazer o trabalho de pivô e jogar pelas beiradas. Marcos Vinícius ainda não consigo ter os 90 minutos. Além de ajudar na armação, tem a chegada na área.

GOLS DE BOLA AÉREA

- Comigo, eu acho que tomei só dois (gols de bola aérea). Contra o Flamengo, estava impedido. Vi um vídeo de 12 minutos e alguns segundos. Ficamos 45 minutos numa sala para corrigir a bola aérea. Não posso cobrar deles se o jogador está impedido. Falta lateral, a gente procura o máximo sair na batida da bola. Se o Rhodolfo está lá impedido, não posso cobrar. Como corrigir? Só treinar, treinar e treinar.

Assessoria de Imprensa