notícia

Prêmio pela organização

Alberto Valentim valoriza atuação do Botafogo e maior criação de chances
Atualizado em 26-02-2018, 9h30

Duas vitórias seguidas não fazem o Botafogo acreditar já ter um time pronto, mas também não podem ser menosprezadas. Após vencer a Cabofriense por 1 a 0, neste domingo, no Estádio Nilton Santos, o técnico Alberto Valentim valorizou a atuação da sua equipe e a evolução.

O equilíbrio defensivo e a maior criação de oportunidades de gols foram destacadas pelo treinador, em entrevista coletiva. Confira os principais trechos:

AVANÇOS

- Houve evolução. Na fase defensiva, seguimos sem dar chances claras aos rivais. Está organizado, jogadores têm feito movimentos defensivos que eu tenho gostado. Acho importante também como se comportou em número de finalizações e chances claras do adversários. A evolução foi pequena, mas tem que ser mesmo em relação ao primeiro jogo.

OPORTUNIDADES

- Criamos mais chances do que no primeiro jogo, foram mais de 30 cruzamentos, algumas oportunidades claras de gols, mas não conseguimos finalizar. Precisamos melhorar, lógico, mas quando você vê que o time criou mais que o jogo no anterior, é bom. Então eu gostei.

CLÁSSICO

- Sinceramente não cheguei a pensar no Flamengo. Temos uma semana cheia, vamos ver como as coisas vão acontecer. Time que não veio bem num clássico, com alguns jogadores que não vinham atuando, não sei se Carpegiani vai fazer a mesma coisa. Teremos dias para estudar o time do Flamengo

FORMA DE JOGAR

- A ideia nossa é de aproveitarmos ao máximo os dois lados. Alternamos ao máximo os dois lados. Vamos trabalhar, rodar bem a bola para criar. Hoje se jogou mais pelo lado esquerdo, onde achamos mais oportunidades. Se não dá de um lado, vamos pelo outro. O legal é isso.

PENSANDO EM DECISÕES?

- Vamos primeiro nos classificar, depois vamos pensar em semifinal e depois em final se chegar. Vamos trabalhar muito forte, vamos recuperar jogadores que terminaram muito desgastados. Léo, que teve cãibras, Pimpão..

ALTERAÇÕES

- Pimpão sentiu dores, cãibras. Ezequiel achei que não estava conseguindo jogar, busquei botar um jogador mais fresco ali na posição para não perder as jogadas pela lateral. Kieza saiu, e o Brenner está treinando bem.

RODRGO LINDOSO 

- Está recuperando a forma, já chegou num nível de protagonista na profissão. Está treinando muito forte e tem se entregado muito. São números que a gente colhe da fisiologia, foi o que mais correu e mais distância percorreu contra o Nova Iguaçu. Teve muita intensidade. Além de jogar, procura nos ajudar na fase defensiva.

Assessoria de Imprensa