notícia

Na ponta

Sub-20 do Fogão vence Flu por 1 a 0 e reassume a liderança do Grupo B da Taça GB
Atualizado em 17-02-2018, 18:01

O Sub-20 do Botafogo segue bem na disputa da Taça Guanabara da categria. Na manhã deste sábado (17/02), a garotada do Glorioso derrotou o Fluminense por 1 a 0, no clássico vovô realizado no CEFAT, válido pela quinta rodada da competição. O gol de Mateus Bastos, já no fim do duelo, garantiu ao Fogão a vitória sobre o rival e também a liderança isolada do Grupo B.

Com o bom resultado no clássico, a equipe alviengra comandada por Eduardo Barroca chegou aos 12 pontos na tabela do Grupo B e retomou a liderança da chave, já que o América (segundo colocado) ficou no empate diante o Madureira. A equipe de Conselheiro Galvão, inclusive, será o próximo adversário do Alvinegro, em partida a ser realizada na quarta-feira (21/02), às 10h, no Estádio Aniceto Moscoso.

HOMENAGEM A LEO PERCOVICH

Antes da bola rolar, um lindo momento. Eduardo Barroca, sua comissão técnica e todos os atletas da equipe Sub-20 do Botafogo se reuniram e entregaram uma camisa autógrafada como forma de homenagem e conforto ao treinador tricolor e ao seu filho, que foram vítimas de um grave acidente no fim de 2017. Emocionado, Leo agradeceu o gesto da equipe alvinegra.

Sem título

O JOGO

Após o apito inicial, a bola rolou no clássico vovô. Precisando pontuar para conseguir chegar na zona de classificação, a equipe tricolor foi quem mostrou perigo primeiro. Em duas chegadas ao ataque, a equipe visitante assustou logo de cara. 

De olho na liderança, o Botafogo implementou seu ritmo de jogo e também construiu boas oportunidades. Em uma delas, aos 20, Amilcar foi lançando em velocidade, invadiu a área e finalizou forte, mas a bola acabou indo sobre o gol. Aos 35, quase saiu o gol do Glorioso. Jonathan cobrou falta na área, Fernando desviou de cabeça e obrigou o goleiro rival Guilherme a fazer uma grande defesa, salvando a meta do Flu.

Bem no fim da primeira etapa, foi a vez da equipe tricolor quase marcar, em uma falta cobrada da entrada da área, que passou muito perto do gol defendido por Diego.

Na volta do intervalo, o confronto reiniciou da mesma forma que havia terminado, com muito equilibrio nas ações e bastante disputa entre os times. Porém, logo aos 2 minutos, Rickson mostrou a vontade de ganhar e emendou um lindo chute primeira de fora da área, que contou com um desvio na zaga e por muito pouco não foi parar no fundo das redes.

Aos 8, novamente, Rickson deu trabalho. Após uma boa jogada pelo meio, o volante arriscou um bonito chute e parou em mais uma grande intervenção do arqueiro tricolor Guilherme.

Equiparado, o clássico se manteve igual durante quase todo o tempo. Um detalhe, resolveria o jogo. Buscando a vitória, ambas as equipes fizeram substituições e colocaram um fôlego a mais no embate. O Tricolor acabou ficando com um a menos por conta de uma lesão e não haver mais possibilidade de trocas.

Pelo lado alvinegro, o tal detalhe veio do banco e quase no fim do jogo. Aos 37, Caio Alexandre e Mateus Bastos, que saíram dos reservas, construíram o gol da vitória. Caio, com muita visão de jogo, lançou Mateus na velocidade pela esquerda, o atacante deu um toque por cima na saída de Guilherme e a bola foi caprichosamente quicando para o fundo das redes. GOOOL DO FOGÃO! FESTA ALVINEGRA! BOTAFOGO 1 x 0 Fluminense.

Em vantagem, coube ao Botafogo mostrar seriedade e maturidade para fazer passar o tempo. E foi feito com competência, pois não houve tempo para mais nada. Fim de papo! Grande vitória do Glorioso no primeiro clássico do ano. Resultado, que deixa a equipe na primeira colocação do Grupo B, com o melhor ataque da competição e com muita moral para a sequência.

Botafogo: Diego; Fernando, Gabriel, Luca e Jonathan; Wenderson, Rickson (Enrico) e Pedro (Jordan); Amilcar (Mateus Jorge), Rhuan (Caio Alexandre) e Rodrigo (Mateus Bastos). Técnico: Eduardo Barroca.

Fabio de Paula