notícia

Sem cair em armadilhas

Felipe Conceição lembra que time está em preparação e precisa crescer muito ainda
Atualizado em 29-01-2018, 11h00

A liderança do Grupo C, com 8 pontos, as duas vitórias seguidas e a invencibilidade na temporada não iludem o técnico Felipe Conceição. Após o triunfo por 1 a 0 sobre o Boavista, o treinador do Botafogo deu entrevista coletiva e manteve o discurso pés no chão. Afinal, a temporada está apenas começando.

Confira os principais trechos da entrevista:

OBJETIVO

– A gente está pensando jogo a jogo. Não é que não pensávamos na semifinal, mas jogo a jogo a gente vai crescendo e queremos chegar perto do título. Se pensar lá na frente é uma armadilha. Precisa crescer muito ainda, está longe do ideal. Estamos em fase de preparação.

SER LÍDER DO GRUPO

- Estar na liderança do grupo representa confiança, traz tranquilidade para o trabalho.

VITÓRIA SOBRE O BOAVISTA

– O desafio maior nosso nessa partida foi sustentar a questão física, jogando quinta à noite e hoje às 17h, no calor do Rio. Ainda com reduzido número de substituições. Então gerir tudo isso durante a partida foi nosso maior desafio

GOLS NO 2º TEMPO

- Mérito dos jogadores. Se sustentar o que fazem no primeiro tempo, no segundo vão ter mais chances, mais espaço para jogadas e gols.

MARCOS VINÍCIUS E LINDOSO FORA DO BANCO

- Até esse jogo a gente levava 23 atletas, agora só 18, e fui para uma escolha coerente. O Marcos Vinícius sentiu um pouco cansaço, e Lindoso escolha técnica. Não tinha atletas no banco com a perna esquerda, preferi o Yuri por isso, faz a lateral e um extremo se precisasse. Mas o Lindoso vem treinando bem.

DUDU CEARENSE NO FIM

- Foi para dar sustentação à primeira linha defensiva muito pelo desgaste, a gente sofreu nos últimos 10 minutos ali, então o Dudu foi importante, assim como Renatinho e Ezequiel.

BOAS ATUAÇÕES DE JOÃO PAULO

- Jogador que agrega muito dentro e fora de campo, um cara do bem que nos ajuda como um todo. Jogador de alto nível e está demonstrando dentro de campo.

RENATINHO JÁ PODE SER TITULAR SÁBADO?

- Ainda é cedo pra pensar no Madureira. Mas todos atletas estão em processo de crescimento, a gente respeita o tempo de cada um. O Renatinho chegou depois, precisa de tempo. E o Valencia vem crescendo nas partidas também, ganhando confiança.

KIEZA CHEGANDO

- Jogador de mobilidade, que me dá mais de uma posição, pela característica dele, vai agregar ao grupo, que está forte. Tenho certeza que vai receber mais um elemento bem, para que fiquemos cada vez mais forte.

Assessoria de Imprensa