notícia

Bahia 1 x 2 Botafogo

Fogão vence em Salvador e chega a 31 pontos no Campeonato Brasileiro!
Atualizado em 27-08-2017, 17h58

 

 

 


Isso é Botafogo! Fora de casa, na Arena Fonte Nova, o Glorioso venceu o Bahia por 2 a 1, neste domingo, e chegou a 31 pontos no Campeonato Brasileiro, entrando na zona de classificação para a Libertadores. Roger e Bruno Silva, este já no final do jogo, fizeram os gols do Glorioso.

O Botafogo volta a campo apenas no dia 10 de setembro, quando enfrenta o Flamengo, no Estádio Nilton Santos, pelo Brasileirão. No dia 13, faz o primeiro jogo das quartas de final da Conmebol Libertadores Bridgestone, contra o Grêmio, também no Nilton Santos. A torcida gloriosa está convocada para as partidas!

O JOGO

Novamente com titulares no Campeonato Brasileiro, o Botafogo foi a Salvador e teve atuação sólida, com mais posse de bola e chances que o adversário. Não parecia que o time estava jogando fora de casa.

Aos 5 minutos, após cruzamento da direita, a zaga falhou e Roger quase chegou. O Bahia respondeu em chute cruzado de Rodrigão para fora, mas foi o Botafogo que abriu o placar. Ao 12, Rodrigo Pimpão colocou na cabeça de Roger, que desviou por cima do goleiro para marcar. Bahia 0 x 1 Botafogo!

Entrentato, em lance bem parecido, o Bahia empatou. Zé Rafael cruzou na área e Renê Junior tocou de cabeça para encobrir Gatito e colocar 1 a 1 no placar.

O jogo diminuiu de ritmo, com poucas oportunidades. Tiago, Bruno Silva e Marcos Vinicius tentaram, sem direção. Carli sentiu um problema muscular e teve que sair, dando vez a Marcelo.

No fim da primeira etapa, o Botafogo voltou a chegar de forma mais contundente. Aos 37, Victor Luis deu bom passe para Rodrigo Pimpão bater de canhota e ser bloqueado pela zaga. Aos 41, Lindoso fez grande jogada, ganhou na raça e na técnico, Pimpão finalizou duas vezes e Jean espalmou ambas. No mesmo lance, Tiago deveria ser expulso por carrinho violento em Lindoso, mas levou apenas cartão amarelo.

No segundo tempo, entretanto, a partida mudou. Ficou mais marcada, pegada, amarrada no meio-de-campo. Rodrigão teve uma chance e cabeceou, Gatito pegou.

Apesar de ter bastante posse de bola, o Botafogo não conseguia encontrar espaços para entrar na defesa adversária. De longe, Rodrigo Lindoso e João Paulo finalizaram para fora.

Do outro lado, Mendoza era a principal arma. Em arrancada individual, obrigou Gatito a fazer boa defesa. Aos 32, cobrou falta para fora, com muito perigo.

Só que o Botafogo parecia esperar a hora certa de ganhar o jogo. E ela veio aos 46 minutos do segundo tempo! Em ótimo contra-ataque puxado por Arnaldo, Rodrigo Pimpão cruzou da direita e Bruno Silva cabeceou bonito para fazer o gol da vitória!

Ainda teve tempo de um susto, aos 48, quando Vinicius finalizou cruzado e Rodrigão de carrinho quase marcou. Mas os três pontos eram mesmo do Botafogo!

BOTAFOGO: Gatito, Arnaldo, Joel Carli (Marcelo), Rabello e Victor Luis (Gilson); Rodrigo Lindoso, Bruno Silva, João Paulo e Marcos Vinicius (Guilherme); Rodrigo Pimpão e Roger. Técnico: Jair Ventura.

Danilo Santos