notícia

Respaldo por retomada

Presidente reforça confiança no elenco e no trabalho para alcançar objetivos
Atualizado em 24-08-2017, 17h00

No dia seguinte à derrota para o Flamengo, que significou a eliminação na semifinal da Copa do Brasil, o Presidente do Botafogo, Carlos Eduardo Pereira, compareceu ao Estádio Nilton Santos para reforçar a confiança no elenco e na comissão técnica. Ao lado do Vice-Presidente Geral Nelson Mufarrej e do gerente de futebol Antônio Lopes, ele deixou claro que o trabalho segue firme para conquistar os objetivos na Conmebol Libertadores Bridgestone e no Campeonato Brasileiro.

- O momento de ontem nós consideramos reservado para os jogadores e comissão técnica, para que eles pudessem fazer reflexões e para que os torcedores pudessem deixar aquele momento desagradável. Mas o dia seguinte é o dia da retomada do trabalho, da confiança, da certeza de que o trabalho que fazemos no Botafogo é de qualidade, de resgate. Consideramos o desempenho na Copa do Brasil muito bom. E temos a certeza que também continuamos disputando a maior competição continental. Este elenco merece toda a confiança da diretoria, da comissão técnica e da torcida – destacou Carlos Eduardo Pereira.

Confira outros trechos da entrevista do Presidente:

CLIMA NO VESTIÁRIO

- São todos seres humanos. Viemos reafirmar certeza, confianca, qualidade e a capacidade deles. Os jogadores estão bem, estão prontos para retomar o trabalho, já pensando no jogo contra o Bahia, tem que ser o foco. Daqui para a frente, Bahia, depois vamos dar uma parada e nos aproximamos novamente da Libertadores, em que teremos duas grandes partidas contra o Grêmio. E vamos mostrar a eles que o Grêmio também sofreu uma derrota ontem e vai lutar com mais disposição ainda contra nós. Então será um confronto duríssimo, mas mantemos a confiança no elenco.

PERÍODO DE 2 SEMANAS SEM JOGOS

- A ideia é seguir trabalhando aqui no Nilton Santos, que tem uma estrutura muito boa, principalmente para tratar da recuperação de atletas. O Matheus (Fernandes) ontem saiu bem machucado, levou uma entrada duríssima no tornozelo; Guilherme também levou uma entrada. O importante é recuperar esses jogadores e aqui temos a estrutura. E também não queremos afastar os jogadores das suas famílias, porque teremos sequência dura pela frente.

IMPORTÂNCIA DO JOGO CONTRA O FLAMENGO DIA 10 PELO BRASILEIRO

- É sempre um clássico. Vai ser jogado aqui no Nilton Santos. Reitero nossa confiança e tenho certeza de que a nossa torcida vai apoiá-los. E é importante ficarmos próximos do grupo da frente no Campeonato Brasileiro, tenho certeza que no próximo domingo conseguiremos uma boa vitória e vamos nos recolocar nessa corrida.

EQUILÍBRIO COM O FLAMENGO

- Eu não falaria de diferenças financeiras, mas diria que mostra a qualidade do nosso elenco, porque se a gente pegar uma partida perfeita que fizemos, eu pegaria a contra o Atlético-MG (3 a 0, no jogo de volta das quartas de final da Copa do Brasil), em que nós demos um show contra um elenco caro, então isso faz parte do futebol. Tem horas que o jogo não encaixa ou a gente não consegue transformar nossa necessidade em gols. Em outros, o jogo é tão equilibrado que um lance fortuito acaba decidindo. Então, estamos no mesmo patamar de outros grandes elencos do futebol brasileiro.

ELENCO CURTO

- A gente já sabia disso em função do número de contratações que o Botafogo pôde fazer. É claro que o Jair (Ventura) gostaria de mais opções, sempre digo que não conheço um treinador que não peça reforços – e eu gostaria de ter podido atender esse pedido, mas a gente por outro lado respeita o controle orçamentário. Não dá para esquecer que em dois anos o Botafogo não consegue mudar a sua situação de devedor de quase R$ 700 milhões. Então isso tudo cobra no momento de contratar e no desempenho do time. Em compensação, pelo montante que nós investimos, eu acho que o Botafogo tem um resultado absolutamente fantástico.

Danilo Santos