notícia

Chapecoense 0 x 2 Botafogo

Com gols de Roger e Pimpão, Fogão vence e vai a 12 pontos no Brasileirão!
Atualizado em 18-06-2017, 17h55

 

 

Nada melhor para se reabilitar do que uma grande vitória fora de casa! Com gols de Roger e Rodrigo Pimpão, o Botafogo venceu a Chapecoense por 2 a 0, neste domingo, na Arena Condá, e chegou a 12 pontos no Campeonato Brasileiro.

O próximo adversário é o Vasco, quarta-feira, no Estádio Nilton Santos. A torcida alvinegra está convocada para jogar junto com o time.

O JOGO

Como era de se esperar, no começo a Chapecoense deu as cartas. Jogando em casa, diante da sua torcida, fez uma pressão inicial e forçou o Botafogo a jogar em seu campo defensivo.

Na melhor investida da Chape, Apodi obrigou Gatito a fazer uma grande defesa, aos 8 minutos. Luis Antonio finalizou uma por cima e Apodi novamente deu trabalho ao goleiro alvinegro.

O Botafogo foi aos poucos se soltando até ser mortal. Em ótimo contra-ataque, Rodrigo Pimpão lançou Bruno Silva livre na cara do gol, o volante teve calma e rolou para Roger abrir o placar, aos 29! Chapecoense 0 x 1 Botafogo!

Em vantagem, o Fogão esteve perto de criar boas condições de gol. Em uma Roger entrou em velocidade, tentou o corte, mas Apodi travou. Em outra, Arnaldo chegou pela direita com libertadade e cruzou para trás, a zaga cortou. A Chapecoense ameaçou apenas em chutes de longe: Apodi para fora e Girotto para defesa de Gatito.

No segundo tempo, pareceu que o time da casa ia voltar na pressão. Em seu lance característico, Reinaldo cobrou lateral na área, Wellington Paulista cabeceou e Gatito pegou. Porém, foi o Botafogo que chegou ao gol. Roger tocou, Arnaldo cruzou e Rodrigo Pimpão, meio no susto, fez o segundo, aos 8! Chapecoense 0 x 2 Botafogo!

A bola passou a ser da Chape, mas o Glorioso estava bem postado e não dava oportunidades claras. Arthur e Túlio de Mello pararam em defesas seguras de Gatito, Apodi finalizou mais uma por cima.

Embora recebesse certa pressão, o Botafogo ainda tinha o contra-ataque. No melhor dele, Montillo deu lençou e lançou Pimpão, que rolou para Bruno Silva finalizar e Jandrey fazer milagre. Em outro lance, João Paulo arriscou de esquerda, forte, e o goleiro pegou. Precisava mais? Não, a vitória já estava garantida!
 
BOTAFOGO: Gatito Fernández, Arnaldo, Joel Carli, Rabello e Victor Luis; Rodrigo Lindoso (Dudu Cearense), Bruno Silva, Matheus Fernandes e João Paulo; Rodrigo Pimpão (Guilherme) e Roger (Montillo). Técnico: Jair Ventura.

Danilo Santos