notícia

Vontade de sobra

Em dia de mudanças no time, jogadores treinam com empenho sob chuva forte
Atualizado em 24-04-2014, 18:51

O Botafogo encarou a forte chuva que caiu no Stadium Rio e foi a campo para mais um coletivo comandado por Vagner Mancini. Com mudanças no time titular, Edilson saiu para a entrada de Lucas e Fabiano atuou pela esquerda ao invés de Julio Cesar, que não treinou devido a um torcicolo, mas não preocupa para o jogo de domingo, contra o Internacional. No ataque, Ferreyra e Wallyson foram substituídos por Emerson Sheik e Zeballos.

Um dos mais aguerridos em campo, Lodeiro falou sobre a disposição dos atletas no treino e tratou o excesso de vontade como normal para uma equipe que deseja voltar a vencer.

"Independentemente de quem seja o treinador, o treino tem sempre que ser assim. Você tem que treinar como joga e acho normal acontecer o que houve com o Airton (ambos foram firmes em algumas disputas de bola). Tanto eu como ele queremos vencer e não tem problema nenhum".

Lodeiro também falou sobre as mudanças na equipe, principalmente no setor ofensivo, e disse que o importante no momento é voltar a vencer, mesmo que para isso tenha que modificar a forma de jogar.

"São formações diferentes. Com o Tanque sempre temos presença na área, já com Zeballos e Sheik ganhamos mais mobilidade. São duas coisas diferentes e independente do que o professor colocar temos que entrar para vencer".

Sobre o jejum de gols pelo Botafogo, Lodeiro garantiu tranquilidade e trabalho para voltar a marcar e superar as críticas, mas colocou a vitória como foco principal no momento.

"A falta de gols está me incomodando um pouco. Quando você faz gol se sente confiante, mas hoje o que é mais importante é voltar a vencer e deixar o time mais tranquilo independentemente de quem faça o gol. Ano passado foi muito bom para mim e sei que não estou fazendo o meu melhor jogo. Se estão me criticando é porque tenho condições de fazer o melhor.

Regularizado nesta quinta-feira, Emerson Sheik já poderá ser utilizado pelo treinador Vagner Mancini na partida de domingo, diante do Internacional, no Maracanã. Lodeiro também falou sobre a chegada do reforço e, principalmente, da sua personalidade fora do campo.

"O Sheik vai ser um cara importante para nós, é um grande jogador. Como pessoa é um cara muito simples. Ter um cara como ele no elenco é importante e temos que aproveitar a presença dele da melhor forma possível".

Marcos Silva