notícia

Cheio de vontade

Guilherme mira gols com a camisa do Botafogo e cita ambição por Libertadores
Atualizado em 27-01-2017, 13:00

Contratado para reforçar o setor ofensivo do Botafogo, o atacante Guilherme foi integrado ao grupo alvinegro ainda na pré-temporada, em Domingos Martins. Pouco mais de uma semana trabalhando com os demais companheiros, o jogador já se mostra adaptado ao ambiente e entrosado com todos no clube. Nesta sexta-feira, o atleta foi apresentado oficialmente à imprensa, contou sobre suas características em campo, comemorou a oportunidade de vestir a camisa do Glorioso e projetou conquistas nesta temporada, principalmente da Conmebol Libertadores Bridgestone.
 
- Jogo mais pelos lados, pelas beiradas do campo. Sou um jogador agressivo, que sempre busca os gols. Nossa ambição esse ano é a Libertadores, mas não podemos esquecer do Campeonato Carioca. Temos um grupo muito forte e vamos dividir esse foco. Mas reforço que o nosso principal objetivo é a Copa Libertadores - disse

Confira outros pontos da entrevista coletiva do atacante Guilherme:

JOGAR NO BOTAFOGO

- Pra mim é uma grande oportunidade vestir essa camisa. Estou muito honrado. O time tem muita história no futebol. É encarar de peito aberto, estou ansioso para jogar logo. Espero fazer muitos gols -

CARREIRA

- Comecei muito cedo, com cinco anos de idade. Sou de São Paulo. Cheguei no Grêmio com 14 anos. Hoje estou no Botafogo, desde menino tinha esse sonho. Ainda sou muito novo, mas estou buscando meus objetivos -

ADAPTAÇÃO

- O grupo me recebeu muito bem. Na verdade, todos os profissionais do Botafogo me deram essa carinho. O elenco é excepcional. Muito unido. Já estou entrosado e pegando amizade com o pessoal -

BRIGA POR TITULARIDADE

- O Jair já me chamou pra conversar, perguntou sobre minhas características e onde eu gosto mais de jogar. Chego para somar. Claro que vou buscar meu espaço, mas é saudável. Todos aqui têm qualidade para representar o Botafogo dentro de campo -

CONMEBOL LIBERTADORES BRIDGESTONE

- Vai ser minha primeira Libertadores. Disputar esse torneio pelo Botafogo vai ser muito gratificante -

Fernando Morani