notícia

Pra ficar na memória

Com Libertadores na mira, Carli quer fazer história no Botafogo
Atualizado em 08-12-2016, 12:20

O Botafogo encontrou seu melhor futebol em um momento crucial da temporada e chega à última rodada do Campeonato Brasileiro brigando por uma vaga na Copa Libertadores da América. E para alcançar esse objetivo, o Glorioso conta com a motivação especial de um jogador. O capitão Joel Carli, que nunca disputou o torneio internacional, reforçou seu desejo de jogar a maior competição do continente vestindo a camisa alvinegra.

Com rápida adaptação no Brasil, dividiu os méritos de seu desempenho com os demais jogadores do grupo e integrantes da comissão técnica. O zagueiro, que concedeu entrevista coletiva nesta quinta-feira, revelou também a vontade de marcar seu nome na história do clube, além de fortalecer os laços de carinho e confiança em General Severiano.

- Eu me adaptei bem graças à recepção. Há diferenças entre as competições brasileiras e argentinas, mas acredito que o meu rendimento passa muito pela ajuda dos meus companheiros e da comissão técnica. Sempre falei que jogar a Libertadores seria um sonho, ainda mais em um time tão grande do Brasil. É muito importante para a carreira do jogador e também para o clube, pois quero entrar para a história do Botafogo - disse.

Carli lembrou que o Botafogo fez uma boa campanha no Brasileirão porque entrou em campo em toda partida encarando como se fosse a última. Este espírito de decisão foi fundamental para o Alvinegro figurar na parte de cima da tabela, contrariando a crítica que apontava a equipe como postulante ao rebaixamento.

- O futebol muda toda hora, é verdade que no ínicio ninguém imaginava o Botafogo nessa situação. Muitos times gostariam de estar em nossa posição. Penso que estamos bem, estamos confiantes. Todos os jogos são finais. O Botafogo sempre joga uma final - frisou.

Carli e Botafogo entram em campo no próximo domingo, contra o Grêmio, às 17h, em Porto Alegre, pela última rodada do Campeonato Brasileiro. Em caso de vitória, o Glorioso se classifica para a Libertadores sem depender de resultados.

Fernando Morani