notícia

Sempre acreditar

Pimpão exalta espírito nos jogos e credita gols nos minutos finais ao preparo físico
Atualizado em 18-10-2016, 16:10

Um Botafogo que insiste, não desiste, vence e sobe na tabela. A receita parece fácil, mas não é bem assim. O segredo está na entrega dos jogadores, na confiança do elenco e na preparação para os jogos. Contra o Atlético Mineiro, na Arena Botafogo, Dudu Cearense marcou nos minutos finais e garantiu a vitória por 3 a 2, o que não foi novidade para o time. Pimpão exalta o espírito dos companheiros e o preparo dos companheiros.

- Acho que a nossa equipe está bem preparada fisicamente e estamos mostrando isso com os resultados. O time está em evolução, isso graças aos nossos preparadores, a fisiologia, nutrição... Temos que agradecer pelos resultados. Sou exemplo disso, já ganhei 7 kg de massa corporal desde que cheguei aqui - ressaltou Rodrigo.

Confira os principais trechos da entrevista coletiva de Rodrigo Pimpão:

FUNÇÃO DIFERENTE EM CAMPO

- É uma função que já tive oportunidade de jogar. Sempre digo que, quando estou em campo, seja na minha ou em posição diferente, o responsável sou eu. Tenho que pensar e tentar resolver. É uma posição diferente, mas que eu já fiz. O Jair pode contar comigo. Não tive problema algum.

O NOVO RUMO DO BOTAFOGO

- A gente vê que isso vem da mudança de atitude, motivação. Se não tem um motivo para você ter uma ação, as coisas não acontecem. Nós temos um motivo e nos preparamos para chegarmos até aqui. Cheguei na metade do ano e acompanhei um pouco do que acontecia. O Jair encaixou a equipe e agradecemos a ele.

LIBERTADORES

- Nós estamos brigando. São vários clubes envolvidos, estamos dentro e agora não queremos sair. Temos o Santa Cruz pela frente e vamos pensar neles agora. Depois vemos mais pra frente.

SASSÁ

- O Sassá cresceu muito não só como jogador, mas como pai e pessoa também. Quando voltei realmente vi uma diferença, principalmente dentro de campo. Torço muito por ele, é um jogador que tem um futuro brilhante e espero que tenha sucesso na carreira.

GRUPO FECHADO

- Nosso grupo nunca teve problemas, é muito bom e está focado nos objetivos. Isso é um grupo. É a dor de cabeça para o treinador, quem entra dá conta do recado. Tudo mundo buscando espaço e correspondendo.

Confira a galeria de fotos do treino desta terça-feira nas imagens de Vítor Silva/SSPress/Botafogo!


Marcos Silva