notícia

Figueirense 0 x 1 Botafogo

Fogão vence com gol de Bruno Silva e chega a 44 pontos!
Atualizado em 09-10-2016, 18h57

 

 

Um Botafogo que soube segurar a pressão, sair no momento certo, criar chances e ser letal. Com um gol de Bruno Silva nos acréscimos, o Fogão venceu o Figueirense neste domingo, no Orlando Scarpelli, e chegou a 44 pontos no Campeonato Brasileiro, na sétima posição!

Agora, o Fogão tem dois jogos na Arena Botafogo: contra Internacional quarta e Atlético-MG domingo. A torcida já está convocada!

O JOGO

O Botafogo entrou em campo de camisa branca pela primeira vez na temporada, além de carregar faixa antes da partida. A novidade foi em apoio ao combate à violência do homem contra a mulher, abraçando a campanha "He For She" (Eles Por Elas), um movimento global, promovido pela Organização das Nações Unidas (ONU).

Com a bola rolando, o primeiro tempo foi de equilíbrio e poucas oportunidades. Os dois times travaram um duelo concentrado no meio e não foram eficientes nas ações ofensivas.

O primeiro lance de perigo foi com Rafael Moura, aos 2 minutos, quando brigou na área e bateu para fora. O Botafogo tentou pelos lados, com chutes de Alemão e Victor Luis, mas sem direção.

Rafael Moura voltou a ameaçar aos 12, ao pegar sobra na área, mas ser abafado por Sidão. O Botafogo se protegia defensivamente para buscar contra-ataques, só que pecava nos passes. Neilton era quem mais tentava o jogo.

A melhor chance da etapa inicial veio após um escanteio e bate-rebate na área, em que Vinicius Tanque girou na marca do pênalti para finalizar por cima.

Na etapa final, o Figueirense, pressionado por sua situação no campeonato, saiu mais e forçou o jogo. Em dois cruzamentos perigosos, Emerson cortou um e Rafael Moura concluiu o outro para fora. Aos 14, em sua grande oportunidade, Rafael Moura completou após escanteio mandando rente à trave.

Jair Ventura colocou Rodrigo Pimpão e Sassá nos lugares de Neilton e Vinicius. O Botafogo voltou a incomodar. Sassá recebeu de Bruno Silva na área, girou e mandou por cima. Aos 29, Alemão domingou pela direita, ajeitou e bateu forte de canhota, para boa defesa de Gatito Fernández.

Vez de o Figueirense crescer. Rafael Silva chutou com perigo de fora, Werley teve gol bem anulado e Ayrton, em cobrança de falta, fez a bola passar por todo mundo e dar um susto.

Até que, no fim, o Fogão foi para cima para decidir. Aos 43, teve uma grande chance, em cruzamento de Camilo, ajeitada de Rodrigo Pimpão e finalização de Sassá para milagre de Gatito. Aos 46, veio o gol! Dudu Cearense lançou, Pimpão cruzou da direita e Bruno Silva mandou para a rede. Vitória do Glorioso!

BOTAFOGO: Sidão, Alemão, Joel Carli, Emerson e Victor Luis; Airton, Bruno Silva, Rodrigo Lindoso (Dudu Cearense) e Camilo; Neilton (Rodrigo Pimpão) e Vinicius (Sassá). Técnico: Jair Ventura.

Danilo Santos