notícia

Chegou no ritmo

Alemão chega, faz boa estreia e já pensa como os companheiros de time
Atualizado em 04-10-2016, 18:42

No futebol tudo é dinâmico e cada dia pode reservar uma surpresa. Alemão era do Bragantino, disputava a Série B, e despertou o interesse do Botafogo após a contusão de Luis Ricardo. Com a necessidade de um jogador para a posição, o atleta de 26 anos foi contratado e em pouco menos de quinze dias fez sua estreia como titular. Atuação satisfatória na vitória por 2 a 0 contra o Corinthians, na Arena Botafogo.

- Sou um cara que me cobro muito. Apesar de ser uma boa estreia, tenho muito mais a dar. Agora vou me familiarizar mais com a equipe. Acima de tudo os três pontos foram mais importantes para o time - frisou Alemão, em sua primeira entrevista coletiva no Glorioso.
 
Alemão chegou ciente da grande responsabilidade que teria, substituir Luis Ricardo, um dos pilares da equipe dentro e fora de campo. O jogador falou sobre o desafio na carreira.
 
- É uma responsabilidade muito grande. O Luis Ricardo vinha sendo uma das principais peças da equipe. Tive quinze dias de adaptação. Estou bem focado em substituí-lo e ajudar o Botafogo - disse.
 
Confira os principais trechos da entrevista coletiva de Alemão:
 
FOCO INICIAL DO BOTAFOGO NO BRASILEIRÃO
 
- Temos primeiro o foco de escapar do Z-4, chegar aos 46 pontos, depois vamos pensar lá na frente. Depois vamos pensar em algo lá na frente.
 
SONHO DE DEFENDER UMA GRANDE EQUIPE
 
- Quando negociei com o Botafogo, foi tudo muito rápido. Todo sonho de uma criança é vestir uma grande camisa. É a oportunidade da minha vida. Estou tendo a oportunidade. Com certeza quero continuar. Mas para isso tenho que fazer o meu papel e ajudar o clube. Depois vamos conversar
 
LIBERTADORES, POR ENQUANTO, SÓ PARA A TORCIDA
 
- Acho que estamos bem focados no nosso trabalho. Não temos como controlar a euforia do torcedor. Mas temos que manter o foco. Nosso foco é nos manter na Série A. Sabemos separar bem a euforia do torcedor.
 
POR MAIS RESULTADOS POSITIVOS
 
- Independentemente do adversário, temos que focar no nosso trabalho. Temos que procurar repetir o que fizemos contra o Corinthians, com sacrifício. Fazendo isso, temos grandes chances de sair com uma vitória contra o Figueirense
 
AMIZADE COM SIDÃO
 
- É um grande amigo, jogamos juntos Taboão da Serra lá em 2007 ou 2008. Ele ficou muito feliz quando vim para cá. No início fiquei num hotel, mas ele me chamou para ficar com ele. Mas ele é folgado. Não sabe nem passar um café (risos). O Sidão merece esse momento que está vivendo.

Confira a galeria de fotos do treino desta terça-feira nas imagens de Vítor Silva/SSPress/BFR!

 

Marcos Silva