notícia

Força decisiva

Jorge Wagner destaca fator Maracanã e projeta vaga como fruto do trabalho
Atualizado em 28-03-2014, 19h27

Em três jogos no Maracanã, três vitórias, sete gols marcados, nenhum sofrido e participação intensa da torcida. O fator casa é considerado pelos jogadores um importante trunfo para a partida contra a Unión Española (CHI), na próxima quarta-feira. Como Independiente Del Valle (EQU) e San Lorenzo empataram em 1 a 1, o Glorioso garante a classificação antecipada, na primeira posição, caso vença.

"Pelo fato de estarmos acostumados, o Botafogo é muito forte no Maracanã. As outras equipes têm conhecimento, sabem disso, é hora de estourar e mostrar nossa força. É jogar para a frente e buscar sempre o gol, não deixar o adversário ter liberdade. É a nossa forma de jogar, não vai ser diferente", diz Jorge Wagner, que lembra que o Botafogo construiu uma situação positiva na Libertadores.

"Fomos trabalhando, jogando partida por partida, sabendo as nossas condições. Hoje, estamos perto de conseguir essa classificação. É fruto de um trabalho. Tem muita coisa para acontecer. Vai ser um jogo difícil, mas temos tudo para sair com a vitória e a classificação", projeta.

Para o jogo, o Botafogo não terá Edílson, Gabriel e Ferreyra, suspensos. Durante a semana, como no jogo-treino com o Barra da Tijuca nesta sexta-feira, Lucas, Bolatti e Henrique foram os substitutos. Eles têm a confiança do grupo.

"São jogadores que vêm treinando com a gente e sempre tendo a oportunidade nos jogos. Acredito que não vamos ter dificuldades, pois são jogadores de grande qualidade. Henrique sempre conseguiu fazer bons jogos e gols e o Bolatti tem conseguido destaque no meio, tem bom passe, sempre olhando para a frente, fazendo jogadas e chegando como elemento-surpresa. Lucas teve oportunidade no último jogo, sempre busca as jogadas pelas laterais e chega no fundo com qualidade. Continuamos com um time bastante forte", destaca Jorge Wagner.

APOIO DA TORCIDA


Outro fator relevante para os jogadores é a presença da torcida. A expectativa é de casa cheia para apoiar o Botafogo mais uma vez.

"Conversamos bastante entre nós, queremos ir a campo, ver estádio cheio e a presença da nossa torcida. Faz a diferença. Acompanhamos no Brasileiro, a torcida teve participação decisiva. Em momento como esse, tão sonhado por clube, jogadores, diretoria e torcedor é importante estarmos todos juntos. Esperamos contar com a presença da torcida", pede Jorge Wagner.

Confira os vídeos da campanha #UnidosPelaVaga !




Danilo Santos